SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 número2INDICADORES SOCIOECONÔMICOS E A DESERTIFICAÇÃO NO ALTO CURSO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARAÍBAEFICÁCIA DE DIFERENTES ESTRATÉGIAS NO ENSINO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL: ASSOCIAÇÃO ENTRE PESQUISA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ambiente & Sociedade

versão impressa ISSN 1414-753Xversão On-line ISSN 1809-4422

Resumo

MARTINS, ANDREZA  e  DIAS, LEILA CHRISTINA. ATORES E REDES NA CONSTRUÇÃO DE TERRITÓRIOS AMBIENTAIS: O CASO DA APA DA BALEIA FRANCA. Ambient. soc. [online]. 2017, vol.20, n.2, pp.39-58. ISSN 1414-753X.  http://dx.doi.org/10.1590/1809-4422asoc191r1v2022017.

Em um cenário de mudanças climáticas e crise dos estoques pesqueiros associado ao incremento da demanda mundial pelo consumo de peixes e derivados, a criação de espaços protegidos continua a ser a principal ferramenta política para conservação da biodiversidade marinha. Mobilizando a teoria geral dos conflitos e a teoria ator-rede, este artigo discute os mecanismos e processos sociais que influenciam a organização de espaços calcados na conservação ambiental e busca compreender quais são e como se estabelecem os diferentes tipos de interações necessárias para promover a transformação territorial nessas áreas. Para isso, compara-se a situação de espaços em disputa em dois conflitos de uma Área de Proteção Ambiental Marinha no sul do Brasil - conflitos “da Pesca” e “do Porto” -, nos períodos precedente e subsequente ao estabelecimento desses conflitos. Apesar de a mudança social ter ocorrido em ambos os casos, a transformação territorial só se concretizou no segundo.

Palavras-chave : Conflitos; Redes; Território; Espaços Naturais Protegidos..

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf epdf ) | Inglês ( pdf epdf )