SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 número4INDICADORES PARA REGULAÇÃO DO SANEAMENTO EM ÁREAS DE POBREZA: ESTRUTURA E APLICAÇÃO EM CUBATÃO-SP, BRASILA COMPENSAÇÃO FINANCEIRA E O DESENVOLVIMENTO DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS ALAGADOS POR USINAS HIDRELÉTRICAS índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ambiente & Sociedade

versão impressa ISSN 1414-753Xversão On-line ISSN 1809-4422

Resumo

PESTANO, JUAN RAMÓN NÚÑEZ. FOREST AND POVERTY: A HISTORICAL EVIDENCE OF THE RELATIONSHIP BETWEEN SOCIAL INEQUALITY AND ENVIRONMENTAL HARM. Ambient. soc. [online]. 2017, vol.20, n.4, pp.85-102. ISSN 1414-753X.  http://dx.doi.org/10.1590/1809-4422asoc0145v2042017.

Este estudo de caso analisa a relação entre as políticas de gestão florestal e sustentabilidade das florestas a longo prazo. A nossa pesquisa é baseada na análise das decisões tomadas pela Câmara Municipal de Tenerife para a administração das florestas públicas da ilha entre os séculos XVI e XVIII. Também descreve o empobrecimento das comunidades rurais no século XVIII, como resultado da crise nas exportações de vinho e deflorestação grave causada pela sobre-exploração florestal. O estudo confirma a necessidade de investigar a relação entre a gestão dos recursos naturais e a sustentabilidade, a partir de uma abordagem “micro” para especificar a forma como os interesses das instituições que gerem recursos públicos afetam decisivamente a sua evolução. Atribuir a desflorestação das montanhas de Tenerife às atividades da população rural pobre, como se tem feito até agora, não é só injusto, é também errado.

Palavras-chave : floresta pública; gestão de florestas; a degradação ambiental.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês | Espanhol     · Inglês ( pdf ) | Espanhol ( pdf )