SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.3 issue2... e no começo era a fome: três movimentos da dietética na criação do homemReflexões sobre α importância do psicodiagnóstico na atualidade author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental

Print version ISSN 1415-4714On-line version ISSN 1984-0381

Abstract

FIGUEIREDO, Luís Claudio. O caso-limitee as sabotagens do prazer. Rev. latinoam. psicopatol. fundam. [online]. 2000, vol.3, n.2, pp.61-87. ISSN 1984-0381.  https://doi.org/10.1590/1415-47142000002005.

O que apresentarei a seguir tem diversos pontos de apoio. Em primeiro lugar, me apoiarei em algumas idéias de André Green que enfatiza a importância do conceito de “limite” como um operador substantivo do pensamento psicanalítico e em suas indicações acerca das angústias básicas presentes nos borderline. Em seguida, contemplarei as observações de alguns autores que coincidem na identificação de uma problemática básica nos chamados casos-limite: tratar-se-ia sempre de uma an-estruturação (Bergeret) ou de uma falta de coesão egóica (Meissner). Também levarei em consideração as observações e teorizações de Kernberg e de Horner acerca dos padrões oscilatórios na afetividade destes pacientes.

Sugiro que as teorias de Federn e as de Fairbairn, embora representando concepções e pressupostos antagônicos acerca do psiquismo, possam ser mobilizadas para uma melhor compreensão dos problemas da constituição subjetiva dos pacientes borderline. Apoiado em um pequeno texto de Pontalis, proponho uma articulação destas idéias federnianas e fairbairnianas com alguns aspectos da teorização de Freud. Levantarei então algumas questões relativas à dificuldade desses indivíduos obterem prazer e sustentarem um estado de satisfação.

Keywords : Caso-limite; narcisismo; esquizoidia; Federn; Fairbairn.

        · abstract in English | Spanish | French     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )