SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 número1Autoridade e responsabilidade parental do Estado no Brasil: história e ideologiaO tratamento das paixões da alma nos primórdios da medicina moderna: o De victum romanorum de Alessandro Petronio índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental

versão impressa ISSN 1415-4714versão On-line ISSN 1984-0381

Resumo

OSORIO, Cláudio M. S. et al. Pesquisa e ensino em psicopatologia: confusões conceituais e ambigüidades nos conceitos de incoerência e desagregação no pensamento. Rev. latinoam. psicopatol. fundam. [online]. 2006, vol.9, n.1, pp.44-63. ISSN 1984-0381.  https://doi.org/10.1590/1415-47142006001005.

Na investigação sobre tolerância e reações à ambigüidade e à incerteza na medicina, foram identificadas ambigüidades e confusões conceituais, que dificultam o processo ensino-aprendizagem e a pesquisa. São exemplos os conceitos confusos e/ou problemas na tradução de termos em psicopatologia. Os sintomas desagregação e incoerência no curso do pensamento vêm sendo definidos e conceituados praticamente como sinônimos, a partir de uma distorção no entendimento de “Inkohärenz” a expressão original de Bleuler. Os avanços na pesquisa em psicopatologia, no ensino e na prática clínica dependem de clareza conceitual e precisão na nomenclatura da psicopatologia descritiva. Revisam-se os conceitos e definições de alterações do curso ou forma do pensamento em todas as edições de Kaplan & Sadock, dada a sua larga utilização no ensino, bem como em outros textos didáticos. Cotejam-se os pontos de vista de Andreasen e Weinberger neste tema de semiologia psiquiátrica.

Palavras-chave : Psicopatologia; pesquisa (curso e forma do pensamento); incoerência; desagregação.

        · resumo em Espanhol | Francês | Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )