SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue2From tears to words: manifestations of pathos according to modern medicine of the soul author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental

Print version ISSN 1415-4714

Abstract

RAMOS, Fernando A. da Cunha. Jean-Pierre Falret e a definição do método clínico em psiquiatria . Rev. latinoam. psicopatol. fundam. [online]. 2010, vol.13, n.2, pp. 296-306. ISSN 1415-4714.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-47142010000200010.

Jean-Pierre Falret pode ser considerado a terceira grande figura da medicina mental francesa da primeira metade do século XIX, tendo sido aquele que, após Pinel e Esquirol, foi responsável por dar o acabamento final à obra de fundação da psiquiatria clínica e da patologia mental. A vida de Falret coincide no tempo com o período de domínio cultural e político da França no Ocidente, no qual também a medicina mental francesa se desenvolveu e alcançou seu ápice. Após a morte de Falret, a psiquiatria francesa entra em um lento processo de decadência, sendo sua liderança gradualmente substituída pela da escola psiquiátrica germânica, a qual, ao final do século XIX e início do século XX, dará desenvolvimento a muitas das idéias desse autor. O capítulo introdutório de sua principal obra, Des maladies mentales et des asiles d'aliénés, publicada ao final de sua vida, é considerado, ele próprio, uma obra-prima. Nele, Falret faz a síntese de sua carreira intelectual e clínica, realizando um trabalho de crítica e revisão de inúmeros conceitos da medicina mental da época. Entre as grandes contribuições de Falret, está a definição precisa do método clínico em psiquiatria, com seus três principais aspectos: o enquadre dialético, a perspectiva evolutiva e a supremacia do sujeito psíquico.

Keywords : Método clínico; Falret; dialético; evolutivo; psicopatologia.

        · abstract in English | French | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese