SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue2The process of working in clinical-institutional supervision at Brazilian psychosocial treatment centers, referred to as CAPSDubois d'Amiens and his systematic conception of hypochondria and hysteria in France author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental

Print version ISSN 1415-4714

Abstract

REVERBY, Susan M.. Sífilis por "exposição normal"  e inoculação: um médico da equipe do estudo Tuskegee na Guatemala, 1946-1948. Rev. latinoam. psicopatol. fundam. [online]. 2012, vol.15, n.2, pp. 323-349. ISSN 1415-4714.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-47142012000200008.

Entre 1946 e 1948, o Serviço de Saúde Pública dos Estados Unidos (PHS) e a Oficina Sanitária Panamericana, com a colaboração de funcionários de saúde pública do governo da Guatemala, realizaram um estudo sobre o uso da penicilina como possível profilaxia para a sífilis, gonorreia e cancro. Os "sujeitos" do estudo - prisioneiros, doentes mentais e soldados gualtematecos foram inoculados com essas doenças e também pelo contato com prostitutas infectadas. A fraude foi parte do estudo e os abusos éticos foram discutidos no PHS. Os resultados do estudo não foram publicados.

Keywords : Sífilis; Guatemala; saúde pública; penicilina.

        · abstract in English | French | Spanish | German     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese