SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número3Relato de um caso de anorexia índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental

versão impressa ISSN 1415-4714versão On-line ISSN 1984-0381

Resumo

ZACHAR, Peter. Luto, depressão e o DSM-5: uma revisão e reflexões sobre o debate. Rev. latinoam. psicopatol. fundam. [online]. 2015, vol.18, n.3, pp.540-550. ISSN 1415-4714.  https://doi.org/10.1590/1415-4714.2015v18n3p540.9.

Todos os lados envolvidos no debate sobre a eliminação ou a manutenção do luto como critério de exclusão para o diagnóstico do transtorno depressivo concordavam que o DSM-IV era inconsistente. Nele, sintomas de depressão não contavam para o diagnóstico de um transtorno depressivo se fossem resposta à perda de uma pessoa amada, mas sim em relação a quaisquer outros tipos de perda ou estresse. Os participantes no debate não chegaram a um acordo sobre como resolver a inconsistência — eliminar a cláusula de exceção do luto, mantê-la ou estendê-la a todos os casos com sintomas depressivos precipitados por perda ou estresse. A diferença entre como o debate foi apresentado ao público geral e como os tópicos foram debatidos na literatura científica é descrita, assim como os fatos sobre os quais os vários lados prontamente concordaram. Estudo científico que lança dúvida sobre pressupostos comuns acerca da psicologia do sofrimento do luto também é examinado. Em sua conclusão, o artigo aponta tanto os aspectos científico-empíricos como as facetas metafísicas do debate, e sugere uma solução pragmática e verbal para uma dessas facetas metafísicas.

Palavras-chave : Luto; resiliência; perda; normalidade.

        · resumo em Inglês | Francês | Espanhol | Alemão | Chinês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )