SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue3The nucleation of microtubules in Aspergillus nidulans germlingsVarroa jacobsoni infestation of adult Africanized and Italian honey bees (Apis mellifera) in mixed colonies in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Genetics and Molecular Biology

Print version ISSN 1415-4757

Abstract

LEAL, Tereza Cristina A.; LEAL, Nilma C.  and  ALMEIDA, Alzira M. Paiva de. RAPD-PCR typing of  Yersinia enterocolitica (Enterobacteriaceae) O:3 serotype strains isolated from pigs and humans. Genet. Mol. Biol. [online]. 1999, vol.22, n.3, pp. 315-319. ISSN 1415-4757.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-47571999000300005.

Foram utilizados três "primers" aleatórios para caracterizar pela técnica RAPD-PCR 16 cepas de Yersinia enterocolitica do sorotipo O:3, isoladas de suínos sadios do Rio de Janeiro. Pelos resultados dos padrões de amplificação, as 16 cepas dos suínos e as 4 cepas humanas usadas como referência (sorotipos O:4, O:5, O:6 e O:13) foram agrupadas em 5 perfis genotípicos. Quinze cepas de suínos apresentaram um padrão de amplificação idêntico (perfil genotípico 1) e somente uma apresentou um perfil de amplificação diferente (perfil genotípico 2). O mesmo padrão de amplificação do perfil genotípico 1 foi também observado em uma cepa humana do sorotipo O:6. As cepas humanas dos sorotipos O:4 e O:13 exibiram perfis de amplificação semelhantes com 2 "primers", porém com o terceiro "primer" cada uma apresentou um perfil próprio. Essas duas cepas foram enquadradas, cada uma, em um tipo de perfil (perfis genotípicos 3 e 4, respectivamente). A cepa humana do sorotipo O:5 apresentou um perfil de amplificação com cada "primer" completamente diferente dos observados nas outras cepas (perfil genotípico 5). A presença ou ausência de plasmídios nas cepas estudadas não interferiu nos resultados das amplificações. Esses resultados mostram que dentro de um mesmo sorotipo podem existir modificações genéticas e que cepas de sorotipos diferentes apresentam o mesmo perfil de amplificação com alguns "primers", comprovando que o RAPD-PCR é uma ferramenta eficaz para reagrupamento de cepas e poderá ser útil em estudos epidemiológicos para rastreamento de uma cepa e assim acompanhar a disseminação de Y. enterocolitica.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English