SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número4In situ DNA transfer to chicken embryos by biolisticsk-Casein, b-lactoglobulin and growth hormone allele frequencies and genetic distances in Nelore, Gyr, Guzerá, Caracu, Charolais, Canchim and Santa Gertrudis cattle índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Genetics and Molecular Biology

versión impresa ISSN 1415-4757

Resumen

REGITANO, L.C.A. et al. Selection for breed-specific growth hormone and IGF-I alleles in a synthetic beef cattle cross, Canchim. Genet. Mol. Biol. [online]. 1999, vol.22, n.4, pp. 531-537. ISSN 1415-4757.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-47571999000400011.

Este estudo foi desenvolvido com o objetivo de avaliar as freqüências gênicas em diferentes gerações de bovinos da raça sintética Canchim (5/8 Charolês, 3/8 Zebu). Uma amostra de 154 animais, representando três classes de gerações de um rebanho das raça Canchim, foi analisada para sete marcadores moleculares. Uma amostra da raça Charolesa (N = 36) foi incluída nas análises para permitir comparações. Observou-se um aumento linear, altamente significativo (P < 0,01), na freqüência do alelo que codifica o aminoácido valina na posição 127 do hormônio de crescimento, ao longo das gerações de Canchim. Este alelo foi observado na amostra da raça Charolesa e não é encontrado em raças zebuínas nacionais. Quatro alelos foram observados para o microssatélite localizado na região 5' não transcrita do gene do fator de crescimento semelhante à insulina do tipo I (IGF-I), com tamanhos variando de 231 a 225 pb. A freqüência do alelo de 225 pb apresentou um aumento significativo (P < 0,05) não linear ao longo das gerações. Este alelo não foi observado na raça Charolesa e é predominante nas raças zebuínas. Para o microssatélite CSFM50, seis alelos foram observados na raça Canchim, tendo sido verificada uma redução linear (P < 0,05) na freqüência do alelo de 168 bp. A hipótese de acasalamento preferencial com relação ao polimorfismo do hormônio de crescimento foi reforçada pelos resultados da análise de estatística F de Wright. O valor estimado de FIS para este loco foi 0,59 (P < 0,01). O aumento simultâneo de um alelo do hormônio de crescimento característico de Bos taurus e de um alelo de IGF-I característico de Bos indicus sugere que a seleção fenotípica tenha favorecido regiões diferentes de ambos os genomas que entraram na formação dessa raça.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés