SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 número5Overweight and obesity prevalence in employees of healthcare units in Teresina, Piauí, BrazilBifidogenic effect of fructooligosaccharides in the intestinal flora of patients with hematological neoplasia índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista de Nutrição

versión impresa ISSN 1415-5273

Resumen

CLARO, Rafael Moreira; MACHADO, Flávia Mori Sarti  y  BANDONI, Daniel Henrique. Evolução da disponibilidade domiciliar de alimentos no município de São Paulo no período de 1979 a 1999 . Rev. Nutr. [online]. 2007, vol.20, n.5, pp. 483-490. ISSN 1415-5273.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-52732007000500004.

OBJETIVO: Analisar a evolução (1971-1999) da disponibilidade domiciliar de alimentos e nutrientes no município de São Paulo. MÉTODOS: O estudo utiliza dados de duas Pesquisas de Orçamentos Familiares, conduzidas pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, durante os períodos de 1971-1972 (2.380 domicílios) e 1998-1999 (2.351 domicílios) na região urbana do município de São Paulo. A disponibilidade diária per capita de alimentos foi estimada pelo cálculo da fração da quantidade total de alimentos adquirida em um mês, atribuível a cada indivíduo participante na pesquisa, com posterior divisão pelo número de dias do mês. O padrão alimentar da população foi caracterizado de acordo com a participação relativa de 18 grupos de alimentos e nutrientes na aquisição do total de alimentos nos respectivos anos. RESULTADOS: Os resultados mostram aumento no consumo de carnes, lácteos, alimentos processados e refeições prontas. Por outro lado, observou-se redução no consumo de cereais, leguminosas, frutas e hortaliças. O consumo de açúcar, óleos e gorduras apresentou leve redução, entretanto, considerando-se a elevação no consumo de alimentos processados observada, não há como caracterizá-la como melhoria na qualidade da dieta. Em paralelo, observou-se aumento no consumo de proteínas, gorduras e cálcio; enquanto o consumo de carboidratos, fibras, folato e vitamina C apresentou redução. CONCLUSÃO: As mudanças observadas no padrão alimentar da população de São Paulo são consistentes com os crescentes índices de prevalência de obesidade e doenças crônicas não-transmissíveis observados no município.

Palabras llave : consumo de alimentos; dieta; inquéritos nutricionais.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · pdf en Portugués