SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 número4Avaliação do estado nutricional e do crescimento em crianças e adolescentes com obstrução extra-hepática de veia porta e hipertensão portalImpacto do Programa Bolsa Família no estado nutricional de crianças e adolescentes de duas regiões brasileiras índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Nutrição

versão On-line ISSN 1678-9865

Resumo

MONTEIRO, Luana Silva et al. Desjejum dos adolescentes brasileiros: análise do Inquérito Nacional de Alimentação 2008-2009. Rev. Nutr. [online]. 2017, vol.30, n.4, pp.463-476. ISSN 1678-9865.  http://dx.doi.org/10.1590/1678-98652017000400006.

Objetivo:

Caracterizar o desjejum dos adolescentes brasileiros.

Métodos:

O consumo alimentar foi estimado com base em um dia de registro alimentar de adolescentes entre 10 e 19 anos de idade do primeiro Inquérito Nacional de Alimentação (2008-2009). Considerou-se como desjejum a primeira ocasião de consumo alimentar entre 4 e 11 horas da manhã.

Resultados:

Noventa e três porcento dos adolescentes realizaram desjejum. Essa refeição contribuiu com 17,7% da ingestão diária de energia. Os grupos de alimentos mais consumidos foram: café e chá, pães, manteiga/margarina, leite, bolos e biscoitos, salgadinhos e chips, preparações à base de milho, queijo, carnes processadas e suco da fruta. Na região Norte observou-se frequência mais elevada de consumo de café e chá e de raízes e tubérculos e menor relato para leite do que nas demais regiões. Na região Nordeste, destaca-se o consumo de milho e de ovos e na região Sul, o de carnes processadas e frutas. Adolescentes de famílias do primeiro quartil de renda relataram frequência mais elevada de consumo de café e chá, salgadinhos e chips, milho e raízes e tubérculos e menor relato para o grupo do leite. Os adolescentes de famílias do quartil mais elevado de renda referiram consumo mais expressivo de leite, suco de fruta, queijo e bebidas com adição de açúcar.

Conclusão:

No Brasil, o desjejum dos adolescentes tem baixa contribuição para o consumo diário de energia. A qualidade nutricional do desjejum melhora com o incremento da renda. Os três principais itens consumidos foram café/chá, pães e manteiga/margarina.

Palavras-chave : Adolescente; Desjejum; Consumo alimentar..

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )