SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 número4Ingestão de nutrientes antioxidantes por gestantes: fatores associadosConsumo de alimentos extrainstitucionais e preferências alimentares de alunos de escolas públicas de tempo integral índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Nutrição

versão impressa ISSN 1415-5273versão On-line ISSN 1678-9865

Resumo

ANDREOLI, Cristiana Santos et al. Marcadores de alimentação saudável, ingestão de água e constipação intestinal em crianças de 4 a 7 anos de idade. Rev. Nutr. [online]. 2018, vol.31, n.4, pp.363-372. ISSN 1415-5273.  http://dx.doi.org/10.1590/1678-98652018000400002.

Objetivo

O estudo visa avaliar a associação do consumo alimentar de crianças de quatro a sete anos de idade com constipação intestinal.

Métodos

Foi realizado estudo transversal com 152 crianças de 4 a 7 anos, residentes em Viçosa, Minas Gerais, Brasil. A constipação intestinal foi identificada de acordo com os critérios de Roma IV. Avaliou-se o consumo alimentar por meio da frequência de consumo de alimentos e do registro alimentar de três dias. Na análise do consumo alimentar selecionaram-se os alimentos marcadores de alimentação saudável e não saudável que poderiam estar associados à constipação, além do consumo agrupado de frutas, verduras e legumes. Verificou-se ainda adequação do consumo de fibras e ingestão de água. Nas análises, foram realizados os testes t-Student e qui-quadrado, considerando-se como significância estatística p<0,05.

Resultados

A prevalência de constipação foi de 32,2%, sendo maior entre as crianças que não consumiam frutas (p=0,020) e verduras (p=0,002) e consumiam achocolatados (p=0,033). Houve associação entre a constipação (p=0,028) e o consumo frequente de frituras (p=0,020), ingestão diária de água inferior a 600mL.

Conclusão

Hábitos não saudáveis das crianças, como a baixa ingestão de frutas e verduras, e o consumo de achocolatado e frituras, contribuíram para a associação positiva com a constipação. O baixo consumo de frutas, verduras e legumes revela a necessidade de alteração dos hábitos alimentares das crianças, bem como da implantação de ações para incentivo ao consumo de alimentos saudáveis.

Palavras-chave : Criança; Constipação intestinal; Comportamento alimentar; Consumo de alimentos.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )