SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 número4Plano Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional: potencialidades e limites índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Nutrição

versão impressa ISSN 1415-5273versão On-line ISSN 1678-9865

Resumo

BRAGA, Vanessa Bernardi; VIEIRA, Maitê de Moraes  e  BARROS, Ingrid Bergman Inchausti de. Potencial nutricional de folhas e tubérculos de crem (Tropaeolum pentaphyllum Lam.). Rev. Nutr. [online]. 2018, vol.31, n.4, pp.423-432. ISSN 1415-5273.  http://dx.doi.org/10.1590/1678-98652018000400007.

Objetivo

Este estudo teve por objetivo determinar a composição centesimal, mineral, vitamina C e ácidos graxos de folhas e tubérculos de crem, e discutir o potencial nutricional da espécie T. pentaphyllum.

Métodos

A composição centesimal em proteínas, lipídeos, fibras, cinzas e carboidratos foi determinada por análise gravimétrica. A composição mineral foi determinada por espectrometria de emissão óptica. A vitamina C foi determinada pelo método dinitrofenilhidrazina. Os ácidos graxos foram determinados por cromatografia a gás. A porcentagem da ingestão dietética recomendada de folhas e tubérculos de crem foi calculada para cada nutriente.

Resultados

Na composição química das folhas verificou-se alto conteúdo de fração fibrosa (63,07g/100g), potássio (4,55g/100g), magnésio (553,64mg/100g) e enxofre (480,79mg/100g). Nos tubérculos verificou-se alto conteúdo de carboidratos, com 62,60g/100g de amido e 3,43g/100g de fibras, além de alto teor de potássio (0,58g/100g), enxofre (447,14g/100), cálcio (205,54g/100g) e fósforo (530,07g/100g). O conteúdo de vitamina C no tubérculo de crem foi de 78,43mg/100g, e o de ácido graxo linoleico foi de 0,455 g/100g. A ingestão de 100g de folhas de crem poderá contribuir com 65% da ingestão diária recomendada de enxofre. A ingestão de 100g de tubérculo de crem poderá contribuir com 106% da ingestão diária recomendada de enxofre e com 21% da ingestão diária recomendada de Vitamina C.

Conclusão

A composição química de tubérculos e folhas de crem apresentou um aporte expressivo de nutrientes, principalmente de enxofre, além de vitamina C e ácido linoleico nos tubérculos, indicando um alto potencial nutricional da espécie.

Palavras-chave : Análise química; Análise de alimentos; Nutrientes; Valor nutritivo; Tropaeolaceae.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )