SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número3O efeito do jateamento do esmalte na força de adesão na colagem de braquetes índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Dental Press de Ortodontia e Ortopedia Facial

versão impressa ISSN 1415-5419

Resumo

ROSA, Cristiane Becher; PINTO, Roberto Amarante Costa  e  HABIB, Fernando Antonio Lima. Colagem ortodôntica em esmalte com presença ou ausência de contaminação salivar: é necessário o uso de adesivo auto-condicionante ou de adesivo hidrofílico?. Rev. Dent. Press Ortodon. Ortop. Facial [online]. 2008, vol.13, n.3, pp. 34-42. ISSN 1415-5419.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-54192008000300005.

OBJETIVO: o objetivo deste trabalho foi avaliar a resistência ao cisalhamento da colagem ortodôntica de um adesivo hidrofílico (Transbond Moisture-Insensitive Primer, 3M Unitek, Monrovia, Califórnia), de um adesivo auto-condicionante (Transbond Self-Etching Primer, 3M Unitek, Monrovia, Califórnia), e sem uso de adesivo, em superfícies de esmalte secas ou contaminadas por saliva. METODOLOGIA: incisivos bovinos (60) foram divididos em 6 grupos: (1) controle sem contaminação salivar (sem adesivo), (2) controle com contaminação salivar (sem adesivo), (3) adesivo auto-condicionante sem contaminação salivar, (4) adesivo auto-condicionante com contaminação salivar antes do adesivo, (5) adesivo hidrofílico sem contaminação salivar e (6) adesivo hidrofílico com contaminação salivar antes do adesivo. Braquetes metálicos foram colados com compósito (Transbond XT, 3M Unitek, Monrovia, Califórnia). Após a colagem, os corpos-de prova foram armazenados a 37±1ºC em ambiente úmido até a realização do teste de cisalhamento. Diferença estatística foi determinada com valor de probabilidade de 0,05 ou menos (p < 0,05). RESULTADOS: em esmalte sem contaminação foram encontrados resultados semelhantes entre o controle (1) e o adesivo auto-condicionante (3), enquanto o adesivo hidrofílico (5) apresentou maior força de cisalhamento. Com a contaminação salivar, uma diferença significativa foi encontrada entre o grupo controle (2) e o adesivo auto-condicionante (4), no entanto, nenhuma diferença foi encontrada entre os adesivos auto-condicionante (4) e hidrofílico (6). CONCLUSÃO: desta forma, com o controle de umidade, não é necessário o uso de um adesivo para se atingir uma adesão aceitável. Em situações clínicas onde há risco de contaminação salivar, ambos adesivos podem ser usados.

Palavras-chave : Adesivos; Resinas compostas; Resistência ao cisalhamento; Saliva; Esmalte dentário.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português