SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número especialAvaliação de Desempenho no Governo Mineiro: Alterações dos Indicadores e MetasA Escolha de Fundos de Ações e o Investidor Individual índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista de Administração Contemporânea

versão On-line ISSN 1982-7849

Resumo

BITTENCOURT, Wanderson Rocha et al. Rentabilidade em Bancos Múltiplos e Cooperativas de Crédito Brasileiros. Rev. adm. contemp. [online]. 2017, vol.21, n.spe, pp.22-40. ISSN 1982-7849.  https://doi.org/10.1590/1982-7849rac2017150349.

O sistema financeiro desempenha papel crucial em qualquer economia. Fatores como forte regulamentação do setor bancário, mensuração e avaliação em termos de desempenho e eficiência vêm sendo fundamentais para as instituições financeiras. A sustentabilidade de longo prazo de cooperativas e bancos demanda a identificação e a comparação das variáveis que influenciam sua rentabilidade. Este estudo realizou a análise de um painel de instituições com características similares, compreendendo o período de 2009 a 2013. Os resultados indicaram que o retorno sobre o ativo dessas instituições mostrou-se afetado por: empréstimos, eficiência (mensurada por meio de análise envoltória de dados), despesas totais, depósitos totais, outras receitas e taxa Selic. Já o retorno sobre o patrimônio líquido mostrou-se influenciado por: depósitos totais, empréstimos, taxa Selic, PIB, inflação, outras receitas e despesas totais. Na amostra estudada, os resultados indicaram que não há diferença estatística se a instituição financeira for classificada como banco múltiplo ou como cooperativa de crédito quando considerado o ROE como medida de desempenho.

Palavras-chave : bancos; cooperativas de crédito; eficiência; rentabilidade.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )