SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.8 issue3Quality of life in the elderly: a subjective concept author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790XOn-line version ISSN 1980-5497

Abstract

MAGALHAES, Vera Cristina  and  MENDONCA, Gulnar Azevedo e Silva. Transtornos alimentares em universitárias: estudo de confiabilidade da versão brasileira de questionários autopreenchíveis. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2005, vol.8, n.3, pp.236-245. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2005000300005.

O Teste de Atitudes Alimentares e o Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo são questionários, em versão brasileira, utilizados para rastreamento dos transtornos alimentares anorexia e bulimia nervosa. Outros comportamentos podem estar relacionados: à presença de transtorno mental comum, autopercepção corporal inadequada, freqüência de leitura de revistas sobre dieta, freqüência do uso de dieta, influência dos pais, prática de atividade física, dentre outros. O objetivo deste estudo foi avaliar níveis de confiabilidade do Teste de Atitudes Alimentares, do Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo, do General Health Questionnaire e de outras questões, partes do questionário que investigou aspectos de saúde e comportamento alimentar em universitárias recém-ingressas em uma universidade pública no Rio de Janeiro. Utilizou-se um desenho de estudo de confiabilidade teste-reteste, em amostra de 60 universitárias com média de idade de 20,2 anos. Para avaliação, calculou-se o Coeficiente Kappa (K). A confiabilidade dos escores globais do Teste de Atitudes Alimentares, Teste de Investigação Bulímica de Edimburgo e prática de atividade física foi "quase perfeita", assim como a questão autopercepção corporal, que foi, respectivamente K=0,81 (IC95% 0,59-1,0); K=0,85 (IC95% 0,70-0,99); K=0,83 (IC95% 0,70-0,93) e Kw(ponderado)=0,84 (IC95% 0,70-0,95). A confiabilidade da questão influência familiar, leitura de artigos sobre dieta, do General Health Questionnaire e freqüência de uso de dieta para emagrecer foi "substancial", respectivamente, K=0,76 (IC95% 0,57-0,95); Kw=0,71 (IC95% 0,52-0,91); K=0,70 (IC95% 0,54-0,93) e Kw=0,92 (IC95% 0,85-0,98). Os resultados sugerem que os questionários utilizados apresentaram boa reprodutibilidade das aferições para universitárias, assim como as demais questões.

Keywords : Confiabilidade; Transtornos alimentares; Questionários; Transtornos mentais; Reprodutibilidade de resultados.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License