SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.8 issue4Epidemiological foundations of the Accident Insurance Factor author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790XOn-line version ISSN 1980-5497

Abstract

FAERSTEIN, Eduardo; CHOR, Dóra; LOPES, Claudia de Souza  and  WERNECK, Guilherme Loureiro. Estudo Pró-Saúde: características gerais e aspectos metodológicos. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2005, vol.8, n.4, pp.454-466. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2005000400014.

Neste artigo, relatamos as motivações e características do Estudo Pró-Saúde enfatizando aspectos temáticos e metodológicos. Estudos longitudinais de populações "saudáveis" em idade laboral nas grandes metrópoles brasileiras são ainda escassos. Nessas metrópoles, a vida contemporânea pode modificar características de várias exposições e possivelmente seus efeitos; por outro lado, as condições vigentes de vida e trabalho de seus habitantes impõem dificuldades especiais à condução de estudos de coorte, com previsão de longo período de acompanhamento, em amostras da população geral. Populações de funcionários públicos apresentam patamar de escolaridade que permite a utilização de métodos eficientes de coleta de dados (por exemplo, autopreenchimento de questionários), heterogeneidade socioeconômica, e estabilidade do vínculo de trabalho que facilita o seguimento. Serão acompanhados 3.253 funcionários de uma universidade pública no Rio de Janeiro, que participaram da coleta de dados de base (fases 1 e 2, 1999-2001). Foram aplicados questionários autopreenchíveis e aferidos peso, altura, circunferência da cintura e pressão arterial. O estudo tem como foco principal a investigação de determinantes sociais da saúde. São detalhadamente investigados marcadores de posição socioeconômica, raça/etnia, religião, história conjugal e de migração. Enfatiza-se a aferição de indicadores relativos, como desigualdade e trajetórias sociais, e efeitos contextuais das áreas de residência e setores de trabalho. Finalmente, busca-se abordar temas ainda pouco explorados em nosso meio, como rede e apoio social, estresse no trabalho e experiência de discriminação.

Keywords : Estudos de coorte; Determinantes sociais; Saúde do adulto.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License