SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 número1Estudo descritivo das alterações posturais de coluna vertebral em escolares de 10 a 16 anos de idade: Tangará-SC, 2004Exame citopatológico de colo uterino em mulheres com idade entre 20 e 59 anos em Pelotas, RS: prevalência, foco e fatores associados à sua não realização índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Epidemiologia

versão impressa ISSN 1415-790Xversão On-line ISSN 1980-5497

Resumo

MACIEL, Álvaro Campos Cavalcanti; FERNANDES, Mariana Barros  e  MEDEIROS, Luciana Souto. Prevalência e fatores associados à sintomatologia dolorosa entre profissionais da indústria têxtil. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2006, vol.9, n.1, pp.94-102. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2006000100012.

O trabalho tem um papel importante na vida do homem, pois, além de ser fonte do seu sustento, é onde ele pode sentir-se útil, produtivo e valorizado. Entretanto, quando realizado sob condições impróprias, pode provocar diversos níveis de prejuízo à saúde, como a dor músculo-esquelética, que é caracterizada ainda por possuir origem multifatorial. Desta forma, foi realizado um estudo transversal objetivando analisar a influência dos fatores sociodemográficos e aspectos relacionados ao trabalho e às condições de saúde sobre a sintomatologia dolorosa, em profissionais do setor têxtil. A amostra foi constituída de 162 funcionários que trabalhavam com corte-costura na divisão industrial da ACT (Associação Comunitária para o desenvolvimento do Trairi) no município de Santa Cruz - RN, Brasil. Após análise bivariada e multivariada observou-se associação independente da sintomatologia dolorosa com as variáveis sexo feminino (p= 0,013), tempo de ocupação há mais de seis meses (p= 0,005), presença de outros problemas de saúde (p= 0,002) e trabalhar em pé (p = 0,001). Nesse contexto, pode-se concluir que houve uma alta prevalência de dor entre os profissionais estudados, e que esta possui associação significativa com vários aspectos relacionados ao trabalho, e alguns fatores sociodemográficos e de saúde, sendo portanto necessária uma atuação interdisciplinar, multiprofissional e intersetorial, de forma a interferir positivamente no processo de trabalho e na saúde do trabalhador.

Palavras-chave : Saúde Ocupacional; Sintomatologia dolorosa; Indústria Têxtil; LER/DORT; Saúde do trabalhador.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons