SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 número3Lesões por esforços repetitivos/distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho em cirurgiões-dentistasDesigualdade no tratamento à fratura proximal de fêmur no Rio de Janeiro índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Epidemiologia

versão impressa ISSN 1415-790Xversão On-line ISSN 1980-5497

Resumo

TEICHMANN, Luciana; OLINTO, Maria Teresa Anselmo; COSTA, Juvenal Soares Dias da  e  ZIEGLER, Denize. Fatores de risco associados ao sobrepeso e a obesidade em mulheres de São Leopoldo, RS. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2006, vol.9, n.3, pp.360-373. ISSN 1415-790X.  https://doi.org/10.1590/S1415-790X2006000300010.

OBJETIVO: Identificar a prevalência e os fatores de risco para sobrepeso e obesidade nas mulheres de São Leopoldo, RS, Brasil. MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal com base populacional incluindo 981 mulheres de 20 a 60 anos de idade. O sobrepeso foi definido pelo índice de massa corporal entre 25 a 29,9 Kg/m2 e a obesidade foi considerada como IMC > 30 Kg/m2. As medidas de efeito brutas e ajustadas foram calculadas pela Regressão de Poisson. RESULTADOS: A prevalência de sobrepeso foi de 31,7% (IC95% 28,9 - 34,7) e 18% (IC95% 15,8 - 20,6) das mulheres estavam obesas. Após o ajuste no modelo multivariado, o risco de obesidade foi maior nas mulheres de 50 a 60 anos, inseridas nas classes econômicas mais baixas (D e E), com 5 ou mais filhos, com história familiar de obesidade e que relataram fazer as refeições de forma rápida. A idade da menarca mostrou-se inversamente associada com obesidade. O risco de sobrepeso aumentou com a idade, o número de filhos, estado civil e história familiar de obesidade. A única variável socioeconômica associada com sobrepeso foi escolaridade. DISCUSSÃO: Foram percebidos diferenciais entre a determinação de obesidade e de sobrepeso. O estudo comprovou que o direcionamento das ações no sentido do aumento da escolaridade pode influir positivamente nos indicadores de sobrepeso e, consequentemente, de obesidade.

Palavras-chave : Sobrepeso; Obesidade; Mulheres; Prevalência; Fatores de risco.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons