SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 número4Disfonia: definição de caso e prevalência em professores índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Epidemiologia

versão impressa ISSN 1415-790Xversão On-line ISSN 1980-5497

Resumo

MAGNABOSCO, Molise de Bem; FORMIGONI, Maria Lúcia Oliveira de Souza  e  RONZANI, Telmo Mota. Avaliação dos padrões de uso de álcool em usuários de serviços de Atenção Primária à Saúde de Juiz de Fora e Rio Pomba (MG). Rev. bras. epidemiol. [online]. 2007, vol.10, n.4, pp.637-647. ISSN 1980-5497.  https://doi.org/10.1590/S1415-790X2007000400021.

Uma parte significativa da população brasileira apresenta padrões de consumo de álcool associados a alto risco de desenvolvimento de problemas. Por tal razão, é fundamental avaliá-los na população para traçar estratégias de prevenção primária e secundária ao seu uso. O objetivo deste estudo foi avaliar esse padrão de consumo dos usuários de serviços da Atenção Primária à Saúde das cidades de Juiz de Fora e Rio Pomba, Minas Gerais. Foi aplicado um instrumento de rastreamento -o AUDIT- a 921 sujeitos recrutados durante as consultas de rotina. Considerando os dados em conjunto, 18,3% das pessoas avaliadas encontravam-se na faixa de uso de risco, 77,9% da amostra faziam uso de baixo risco ou eram abstêmios, e 3,8% pontuaram na faixa sugestiva de dependência. De modo geral, os homens apresentaram comportamento de risco em maior freqüência do que as mulheres, sendo mais prevalente na faixa etária dos 38 aos 47 anos de idade.

Palavras-chave : Cuidados Primários de Saúde; Triagem; Alcoolismo; AUDIT.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons