SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue3Epidemiological, serological and molecular aspects of hepatitis B and C in children and teenagers of municipal daycare facilities schools and schools in the city of Santos author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790X

Abstract

ANGUERA, Maria das Graças  and  GIANINI, Reinaldo José. Prevalência de fadiga referida por fisioterapeutas que operam equipamentos de diatermia por micro-ondas. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2014, vol.17, n.3, pp.577-581. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/1809-4503201400030001.

Objetivo:

Analisar a associação entre a prevalência de fadiga referida por fisioterapeutas e a exposição desses profissionais à radiação emitida por equipamentos terapêuticos de diatermia por micro-ondas.

Metodologia:

Foi realizado estudo de corte transversal com 193 fisioterapeutas de quatro municípios da região Oeste do Estado do Paraná, Brasil. Foi aplicado, via eletrônica, questionário estruturado especialmente para a coleta de dados sobre a exposição ocupacional à radiação emitida por equipamentos de diatermia por micro-ondas e potenciais fatores de confusão, acrescido do questionário de Avaliação Multidimensional de Fadiga. A análise estatística incluiu regressão logística e teste t de Student.

Resultados:

A prevalência de fadiga na categoria expostos a micro-ondas foi maior (15,0%) do que em não expostos (2,9%). Na regressão logística multivariada foi observada associação independente significante entre a exposição ocupacional de fisioterapeutas à radiação de diatermia por micro-ondas e a prevalência de fadiga (odds ratio 4,93; intervalo de confiança de 95% 1,04 - 23,25; p = 0,04). O teste t de Student mostrou diferença significante entre o número total de horas de exposição à radiação de diatermia por micro-ondas, sendo de 3.891,1 entre os fisioterapeutas que referiram fadiga e de 497,6 entre os que não referiram (p = 0,004).

Conclusão:

Os resultados demonstraram associação significante entre a exposição ocupacional de fisioterapeutas à radiação emitida por equipamentos de diatermia por micro-ondas e fadiga, portanto, são sugeridas orientações de segurança ocupacional, dirigidas a esses profissionais, como medida preventiva de possíveis efeitos adversos, e a replicação deste estudo.

Keywords : Fisioterapeutas; Fadiga; Exposição ocupacional; Diatermia; Micro-ondas; Epidemiologia.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )