SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue1Access to medication in the Public Health System and equity: populational health surveys in São Paulo, BrazilFetal programming and metabolic abnormalities: design of a case-control study author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790XOn-line version ISSN 1980-5497

Abstract

SILVA, Elcimary Cristina et al. Prevalência de hipertensão arterial sistêmica e fatores associados em homens e mulheres residentes em municípios da Amazônia Legal. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2016, vol.19, n.1, pp.38-51. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/1980-5497201600010004.

Introdução:

A hipertensão arterial sistêmica é um importante problema de saúde pública devido à sua alta prevalência, baixas taxas de controle e causa de morbidade e mortalidade cardiovascular.

Objetivo:

Analisar a prevalência de hipertensão arterial sistêmica e fatores associados em homens e mulheres residentes em municípios da Amazônia Legal.

Métodos:

No estudo transversal de base populacional conduzido com 1.296 adultos de ambos os sexos foram coletados dados sociodemográficos, estilo de vida, antropométricos e pressão arterial, sendo considerados hipertensos os que apresentaram pressão arterial ≥ 140/90 mmHg e/ou os que referiram uso de drogas anti-hipertensivas. As análises estatísticas foram feitas no módulo survey do programa Stata versão 11.0.

Resultados:

A prevalência da hipertensão arterial sistêmica foi de 22,3%. Após ajustes, as variáveis que se associaram à hipertensão nos homens foram a idade de 30 a 39 anos (RP ajustada = 2,69; IC95% 1,49 - 4,86), 40 a 49 anos (RP ajustada = 3,28; IC95% 1,82 - 5,93) e 50 a 59 anos (RP ajustada = 4,80; IC95% 2,63 - 8,76), sobrepeso (RP ajustada = 1,97; IC95% 1,39 - 2,78), obesidade (RP ajustada = 3,32; IC95% 2,32 - 4,75) e ser natural da região Norte ou Nordeste (RP ajustada = 0,31; IC95% 0,18 - 0,59). Entre as mulheres, associaram à hipertensão a idade de 40 a 49 anos (RP ajustada = 3,41; IC95% 1,91 - 6,07) e 50 a 59 anos (RP ajustada = 7,29; IC95% 4,07 - 13,07); o consumo de vinho (RP ajustada = 0,31; IC95% 0,10 - 0,97) e obesidade (RP ajustada = 2,39; IC95% 1,65 - 3,45).

Conclusão:

A hipertensão arterial associou-se independentemente com a idade, estado nutricional e naturalidade nos homens. E nas mulheres com a idade, estado nutricional e tipo de bebida alcoólica.

Keywords : Hipertensão; Obesidade; Consumo de bebidas alcoólicas; Fatores de Risco; Estilo de vida; Doença crônica..

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )