SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue1Dietary intake of antioxidant in ELSA-Brasil population: baseline resultsHealthy habits: what kind of guidance the elderly population is receiving from health professionals? author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790XOn-line version ISSN 1980-5497

Abstract

GARCIA MUENTES, Gustavo David et al. Distribuição dos genótipos de papilomavírus humano em amostras de colo do útero de mulheres equatorianas. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2016, vol.19, n.1, pp.160-166. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/1980-5497201600010014.

Introdução:

O papilomavírus humano (HPV) é considerado agente causador necessário para o desenvolvimento de câncer da orofaringe, do colo do útero e anal. Na população feminina do Equador, o câncer de colo do útero é o segundo câncer ginecológico mais comum. No Equador, o número de estudos publicados sobre o HPV é pequeno, e a distribuição de genótipos ainda não foi estabelecida. Os dados limitados sugerem a presença de outros genótipos diferentes dos tipos 16 e 18.

Objetivos:

No presente estudo, foi estimada a prevalência de HPV 16, HPV 18 e outros 35 genótipos entre as mulheres equatorianas submetidas ao exame de rastreamento para câncer do colo do útero.

Métodos:

Amostras cervicais de rotina foram analisadas pelo (método) Linear Array(r) VPH (Roche).

Resultados:

Foram incluídas neste estudo 1.581 amostras cervicais de mulheres equatorianas. O HPV foi detectado em 689 (43,58%) amostras cervicais. Destas, 604 (38,20%) foram positivas para somente um genótipo de HPV, enquanto 85 (5.37%) amostras foram positivas para vários tipos. O genótipo 16 (5,50%) foi a variante mais frequentemente detectada nos casos com infecção única ou múltipla. HPV 33 (4,55%) e HPV 11 (3,80%) ficaram, respectivamente, em segundo e terceiro lugar em frequência entre todos os genótipos detectados.

Conclusões:

Outros genótipos virais de alto risco diferentes do que HPV 16 e HPV 18 são frequentemente detectados entre as mulheres equatorianas. A prevalência global de infecção cervical pelo HPV foi maior do que a observada em outros países da América do Sul.

Keywords : Papillomavirus humano; Equador Neoplasias do colo do útero; Reação em cadeia da polimerase..

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )