SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue3Oral health status and functional capacity in the elderly: a longitudinal population-based study author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790XOn-line version ISSN 1980-5497

Abstract

AUDI, Celene Aparecida Ferrari; SANTIAGO, Silvia Maria; ANDRADE, Maria da Graça Garcia  and  FRANCISCO, Priscila Maria Stolses Bergamo. Exame de Papanicolaou em mulheres encarceradas. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2016, vol.19, n.3, pp.675-678. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/1980-5497201600030017.

No Brasil, em 2012, 6,4% da população carcerária era constituida por mulheres. O objetivo do estudo foi verificar a cobertura do exame de Papanicolaou segundo características sociodemográficas e problemas de saúde referidos entre mulheres encarceradas. Estudo transversal realizado entre agosto de 2012 e julho de 2013. Consideraram-se os registros de 702 reeducandas com idade entre 25 e 64 anos de idade e tempo de reclusão igual ou superior a 12 meses. A média de idade das mulheres entrevistadas foi de 34,7 anos. A realização de citologia oncótica cervical foi referida por 26,3% das reeducandas. Não foram encontradas diferenças nas prevalências segundo variáveis selecionadas. A condição de confinamento possibilita a implementação de ações preventivas, como o oferecimento e a realização do exame de Papanicolaou para a maioria das reeducandas. Os resultados observados são preocupantes e divergem de forma importante daqueles apresentados em diagnóstico nacional sobre a saúde das mulheres encarceradas.

Keywords : Teste de Papanicolaou; Prisões; Saúde da mulher; Prevenção primária; Estudos epidemiológicos; Neoplasias do Colo do Útero.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )