SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 suppl.2Social network and older people’s functionality: Health, Well-being, and Aging (SABE) study evidences author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790XOn-line version ISSN 1980-5497

Abstract

LEBRAO, Maria Lúcia; DUARTE, Yeda Aparecida de Oliveira; SANTOS, Jair Lício Ferreira  and  SILVA, Nilza Nunes da. 10 Anos do Estudo SABE: antecedentes, metodologia e organização do estudo. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2018, vol.21, suppl.2, e180002.  Epub Feb 04, 2019. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/1980-549720180002.supl.2.

O Estudo Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento (SABE) teve início em 2000 sob coordenação da Organização Pan-Americana da Saúde como um estudo multicêntrico desenvolvido em sete centros urbanos da América Latina e Caribe para traçar o perfil das condições de vida e saúde das pessoas idosas na região. No Brasil, foi realizado na cidade de São Paulo, onde foram entrevistadas 2.143 pessoas (coorte A), com idade igual ou superior a 60 anos, por amostra probabilística. Em 2006, o Estudo SABE - Brasil transformou-se em longitudinal. Nesse momento, foram localizadas e reentrevistadas 1.115 pessoas, introduzindo-se uma nova amostra probabilística de idosos com idade de 60 a 64 anos (coorte B, n = 298), o transformando em longitudinal de múltiplas coortes com o objetivo principal de identificar as transformações que ocorrem no processo de envelhecimento entre as diferentes gerações. No ano 2010 foi desenvolvido o seguimento longitudinal das coortes A e B e introduzida nova coorte de 60 a 64 anos (coorte C, n = 355). Nas três coletas (2000, 2006 e 2010) utilizou-se um instrumento sob a forma de questionário, avaliação antropométrica e testes funcionais, introduzindo-se a coleta de sangue para avaliação de parâmetros bioquímicos, imunológicos e genéticos e, também, o acelerômetro para medir objetivamente o gasto calórico dos idosos.

Keywords : Estudos longitudinais; Envelhecimento da população; Saúde do idoso; Epidemiologia.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )