SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 suppl.2Depressive symptoms among the elderly in São Paulo city, Brazil: prevalence and associated factors (SABE Study)Factors associated with balance disorders of elderly living in the city of São Paulo in 2006: evidence of the Health, Well-being and Aging (SABE) Study author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790XOn-line version ISSN 1980-5497

Abstract

MARUCCI, Maria de Fátima Nunes; ROEDIGER, Manuela de Almeida; DOURADO, Daiana Aparecida Quintiliano Scarpelli  and  BUENO, Denise Rodrigues. Comparação do estado nutricional e da ingestão alimentar referida por idosos de diferentes coortes de nascimento (1936 a 1940 e 1946 a 1950): Estudo Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento (SABE). Rev. bras. epidemiol. [online]. 2018, vol.21, suppl.2, e180015.  Epub Feb 04, 2019. ISSN 1980-5497.  http://dx.doi.org/10.1590/1980-549720180015.supl.2.

Introdução:

O processo de envelhecimento é caracterizado por várias alterações, incluindo do estado nutricional e da ingestão alimentar. Para compreender a tendência dessas alterações são necessários estudos com idosos de diferentes épocas de nascimento.

Objetivo:

Comparar o estado nutricional e a ingestão alimentar de idosos participantes do Estudo Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento (SABE), realizado em São Paulo, em 2000 e 2010.

Métodos:

O estado nutricional foi identificado pelo índice de massa corporal (IMC), considerando: baixo peso (IMC < 23 kg/m²); peso adequado (23 ≤ IMC < 28 kg/m²); excesso de peso (IMC ≥ 28 kg/m²); e a ingestão alimentar referida: número de refeições (≥ 3/dia), frequência de laticínios (≥ 1 porção/dia), de ovos e leguminosas (≥ 1 porção/semana), de frutas, legumes e verduras (≥ 2 porções/dia), de carnes (≥ 3 porções/semana) e de líquidos (≥ 5 copos/dia). A comparação foi realizada por razão de prevalência, utilizando regressão de Poisson.

Resultados:

Participaram 755 indivíduos de ambos os sexos, de 60 a 64 anos, nascidos nos períodos de 1936 a 1940 e 1946 a 1950. Os idosos nascidos entre 1946 e 1950 apresentaram maior razão de prevalência para excesso de peso (RP = 1,19) e para número de refeições (RP = 1,34) e para líquidos (RP = 1,18), contudo menor razão de prevalência para laticínios (RP = 0,87), para carnes (RP = 0,93) e para frutas, legumes e verduras (RP = 0,83).

Conclusão:

Estes resultados mostram cenários alimentar e nutricional preocupantes para a coorte mais recente (1946 - 1950).

Keywords : Idosos; Envelhecimento; Antropometria; Alimentação; Estado nutricional; Estudos de coortes.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )