SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 suppl.2Performance pattern of activities of daily living for older adults in the city of São Paulo in 2000, 2006, and 2010Frailty in older adults in the city of São Paulo: Prevalence and associated factors author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790XOn-line version ISSN 1980-5497

Abstract

NUNES, Daniella Pires; BRITO, Tábatta Renata Pereira de; DUARTE, Yeda Aparecida de Oliveira  and  LEBRAO, Maria Lúcia. Cuidadores de idosos e tensão excessiva associada ao cuidado: evidências do Estudo SABE. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2018, vol.21, suppl.2, e180020.  Epub Feb 04, 2019. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/1980-549720180020.supl.2.

Introdução:

A presença de múltiplas doenças e agravos crônicos pode ocasionar a incapacidade funcional do idoso, o qual poderá requerer a necessidade de ajuda de outra pessoa. A prestação de cuidados diários e ininterruptos pode gerar no cuidador situações estressoras, levando-o a sobrecarga.

Objetivo:

Descrever o perfil sociodemográfico e assistencial dos cuidadores de idosos e analisar os fatores associados à tensão excessiva associada ao cuidado.

Métodos:

Trata-se de um estudo transversal, parte do Estudo Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento (SABE), realizado no município de São Paulo, no ano de 2010, com 362 cuidadores. A tensão excessiva associada ao cuidado foi avaliada pela escala de Zarit, e considerou-se ausência de sobrecarga pontuação inferior a 24 pontos e presença de sobrecarga os escores ≥ 24 pontos. Utilizou-se regressão de logística hierárquica para analisar os fatores associados à tensão dos cuidadores familiares.

Resultados:

A maioria dos cuidadores era familiar (91,5%), do sexo feminino (75,4%), com média de idade de 53,9 anos (desvio padrão - DP ± 15,5), casado (65,3%), residente no mesmo domicílio do idoso (68,2%). Um terço deles apresentou sobrecarga de cuidado, que foi associado à idade (odds ratio - OR = 1,04; p = 0,001), ao relato de disfunção familiar (OR = 5,60; p = 0,000) e à prestação de cuidado contínuo (OR = 2,78; p = 0,030).

Conclusão:

Os dados revelam a necessidade de políticas públicas que incluam as necessidades e o suporte aos cuidadores, em especial, os familiares, a fim de melhorar sua qualidade de vida e a sua prestação de cuidados às pessoas idosas.

Keywords : Idoso; Família; Cuidadores.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )