SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue3China's rise and its impacts on Brazilian economy: trade and business cycles convergence author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista de Economia Contemporânea

Print version ISSN 1415-9848

Abstract

ARAUJO, Eurilton  and  DONHA, Talita. Discricionariedade na Política Monetária Brasileira após o Plano Real: um teste baseado na correlação de longo prazo entre inflação e produto. Rev. econ. contemp. [online]. 2011, vol.15, n.3, pp. 375-405. ISSN 1415-9848.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-98482011000300001.

Este trabalho procurou testar uma implicação do modelo Barro e Gordon para a economia brasileira pós-Plano Real, com a intenção de obter evidências empíricas que pudessem indicar se a Política Monetária Brasileira, após a implantação do Plano Real, pode ser mais plausivelmente descrita como discricionária ou pautada por regras. O teste foi realizado para alguns pares de proxies de atividade econômica e inflação. A evidência empírica encontrada representa um indício contrário à condução de uma política discricionária durante o período analisado, julho de 1994 a dezembro de 2006. Essa conclusão vale tanto para o regime de câmbio fixo quanto para o regime de metas de inflação. Ou seja, a coexistência de política monetária pautada por regras e estabilização é o cenário empiricamente mais plausível para o período analisado, à luz do modelo Barro e Gordon.

Keywords : vetor autorregressivo; política monetária; estabilização.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese