SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 número2Influence of intercropping on phytomass and essential oil production in basil (Ocimum basilicum L.) and mint (Mentha x villosa Huds.)Detection of flavonoids in Alpinia purpurata (Vieill.) K. Schum. leaves using high-performance liquid chromatography índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista Brasileira de Plantas Medicinais

versión impresa ISSN 1516-0572

Resumen

FACANALI, R. et al. Biologia reprodutiva de populações de Ocimum selloi Benth. Rev. bras. plantas med. [online]. 2009, vol.11, n.2, pp. 141-146. ISSN 1516-0572.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-05722009000200005.

Entre as plantas nativas de uso medicinal no Brasil, encontra-se Ocimum selloi Benth., planta anual herbácea da família Lamiaceae que ocorre nas regiões Sudeste e Sul do país. Este trabalho avaliou os aspectos da biologia floral (estrutura floral, floração e frutificação) e mecanismos reprodutivos de Ocimum selloi em quatro populações oriundas das regiões de Piquete e Apiaí, Estado de São Paulo, Camanducaia, Estado de Minas Gerais, e Colombo, Estado do Paraná. O período de antese teve início às 11 horas e término às 15 horas, com o clímax de floração às 13 horas, sendo a temperatura pouco importante neste processo. A viabilidade do pólen foi alta nas quatro populações. A espécie é autocompatível, formando frutos e sementes tanto em polinização livre quanto em autopolinização espontânea, o que mostra uma grande versatilidade reprodutiva da espécie, garantindo a variabilidade genética. A germinação das sementes também foi alta nas quatro populações.

Palabras llave : Ocimum selloi; biologia reprodutiva; biologia floral; plantas medicinais.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · pdf en Portugués