SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 número2Conservação in vitro de Cochlospermum regium (Schrank) pilg.- cochlospermaceae sob regime de crescimento mínimoMetodologias de aplicação de AIB no enraizamento de estacas semilenhosas de Sapium glandulatum (vell.) pax índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Plantas Medicinais

versão impressa ISSN 1516-0572

Resumo

RESCAROLLI, C.L.S.  e  ZAFFARI, G.R.. Produção de mudas de Etlingera elatior (Jack) R.M. Sm. através da cultura de tecidos vegetais in vitro. Rev. bras. plantas med. [online]. 2009, vol.11, n.2, pp.190-195. ISSN 1516-0572.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-05722009000200013.

O uso de produtos naturais para o tratamento de doenças é algo que o ser humano já está habituado a realizar desde o início dos tempos. A utilização de Etlingera elatior (Bastão do Imperador), uma herbácea muito comum nos jardins e em áreas de banhado, para o tratamento de dores musculares e reumatismo é citada pela cultura popular, o que incentivou a indústria farmacêutica a começar a investir nos estudos sobre sua atividade. Porém, a produção de biomassa através de plantas sadias e de alta qualidade ainda é incipiente. O uso da biotecnologia vegetal, especialmente a propagação vegetativa in vitro, permite a produção em larga escala de mudas e/ou biomassa vegetal, de alta qualidade genética e fitossanitária, em curto espaço de tempo e pequena área física. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de agentes desinfestantes na obtenção de explantes assépticos, da composição do meio de cultura e do seccionamento do rizoma no desenvolvimento, multiplicação e enraizamento das plantas in vitro, visando estabelecer o processo de micropropagação. Gemas laterais foram submetidas à desinfestação com etanol e hipoclorito de cálcio e de sódio. Os rizomas assépticos foram seccionados longitudinalmente e multiplicados em meio de cultura MS adicionado de BAP (0,0; 1,0 e 2,0 mg L-1). O estabelecimento das culturas assépticas a partir do uso de etanol 70%, NaClO 1% e CaClO 2 e 5% proporcionaram de 10 a 40% de sobrevivência dos explantes. A taxa de multiplicação obtida nos rizomas, inteiros e seccionados longitudinalmente e cultivados em meio MS, não apresentou diferença significativa para o número de brotos. Já o cultivo do rizoma seccionado em meio MS adicionado de 1,0 mg L-1 de BAP resultou em aumento significativo no número de brotos em relação a rizoma inteiro na mesma concentração de BAP. As plantas cultivadas na presença de BAP apresentaram redução do número de raízes a partir de rizomas inteiros. Apesar do efeito do seccionamento do rizoma e da concentração de BAP, no número de brotos e raízes, as plantas não mostraram diferença no crescimento da planta e das raízes. A micropropagação da espécie Etlingera elatior é possível, possibilitando a produção de mudas em larga escala.

Palavras-chave : micropropagação; planta medicinal; bastão do imperador.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons