SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 número3Citotoxicidade de plantas com indicativo etnográfico para a desinfecção de águaEfeito alelopático de Artemisia annua L. na germinação e desenvolvimento inicial de plântulas de alface (Lactuca sativa L.) e leiteiro (Euphorbia heterophylla L.) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Plantas Medicinais

versão impressa ISSN 1516-0572

Resumo

MARIOT, M.P.; BARBIERI, R.L.; CORREA, F.  e  BENTO, L.H.G.. Variabilidade genética para caracteres morfológicos e fisiológicos em espinheira-santa (Maytenus ilicifolia (Schrad.) Planch. e M. aquifolium Mart.). Rev. bras. plantas med. [online]. 2009, vol.11, n.3, pp.310-316. ISSN 1516-0572.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-05722009000300013.

O objetivo deste trabalho foi avaliar a variabilidade genética, estimar parâmetros genéticos e a correlação entre caracteres morfo-fisiológicos em progênies de meios-irmãos de 93 acessos de espinheira-santa do banco ativo de germoplasma da Embrapa Clima Temperado. Foram analisados os caracteres dias da semeadura à emergência; estatura de planta; diâmetro à base do caule; número de folhas por planta; taxa de crescimento em estatura e em diâmetro à base do caule, comprimento e largura de folha e número de espinhos por folha. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com quatro repetições e cinco plantas por parcela. Os dados foram submetidos à análise da variância e comparação entre médias e foram estimados os parâmetros genéticos herdabilidade, coeficiente de variação genético (CVG) e relação entre coeficiente de variação genético e coeficiente de variação do erro experimental (CVE) (b) bem como as correlações fenotípicas entre os caracteres. Foi identificada variabilidade genética para todos os caracteres. As variâncias de ambiente foram baixas e as variâncias genotípicas foram altas, o que resultou em altos valores de herdabilidade. Os CVG foram altos e os CVE foram baixos, o que levou a elevados valores para o quociente b. Estes parâmetros são importantes na seleção para estes caracteres em programas de melhoramento. Foram identificadas correlações significativas entre os caracteres morfo-fisiológicos.

Palavras-chave : plantas medicinais; recursos genéticos; parâmetros genéticos; correlação.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons