SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número4Formas de aplicação de cama-de-frango no crescimento e produção de capítulos florais de Calendula officinalis L. índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Plantas Medicinais

versão impressa ISSN 1516-0572

Resumo

PINHEIRO, A.C.S.; PAIS, A.A.; TARDIVO, A.C.B.  e  ALVES, M.J.Q.F.. Efeito do extrato aquoso de cabelo de milho (Zea mays L.) sobre a excreção renal de água e eletrólitos e pressão arterial em ratos Wistar anestesiados. Rev. bras. plantas med. [online]. 2011, vol.13, n.4, pp.375-381. ISSN 1516-0572.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-05722011000400001.

O milho (Zea mays L.) possui nos estigmas (cabelo de milho) substâncias que o tornam diurético, podendo ser importante no controle da hipertensão. No presente estudo, foi investigado o efeito do extrato aquoso (EA) do cabelo de milho sobre o fluxo renal de água (V) e eletrólitos e a pressão arterial (PA) em ratos Wistar anestesiados. Foram realizados 3 grupos: I) Controle - administração intragástrica (AI) de 1mL de água destilada; II) AI de 1 mL de EA de cabelo de milho a 20% e III) AI de 1 mL de solução contendo furosemida. Canulou-se a artéria carótida esquerda para mensuração da PA, de 10 em 10 minutos, e a bexiga urinária, para mensuração de V de 30 em 30 minutos e da carga excretada dos íons sódio (Qe (Na+)) e potássio (Qe (K+)). Protocolo experimental: quatro períodos de 30 minutos cada: basal (avaliação dos parâmetros basais) e experimentais (Ex) 1, 2 e 3 (30, 60 e 90 minutos após a AI, respectivamente). O Grupo I não apresentou alterações significativas entre os períodos nos parâmetros analisados (p>0,05). O Grupo II apresentou aumento significativo (p<0,05) em V, em Qe (Na+) e em Qe (K+) nos períodos Ex2 e Ex3, com redução significativa na PA (p<0,05) em Ex2 e Ex3. Conforme esperado, o Grupo III apresentou aumento significativo em V nos períodos Ex2 (p<0,05) e Ex3 (p<0,001), aumento em Qe (Na+) em Ex1 (p<0,05), Ex2 (p<0,001) e Ex3 (p<0,001) e aumento em Qe (K+) em Ex2 (p<0,05) e Ex3 (p<0,001), com redução significativa na PA (p<0,05) em Ex2 e Ex3. Os dados mostram que o EA do cabelo de milho possui efeito diurético, porém não age como um diurético "de alça", uma vez que não levou à expoliação de potássio e nem a uma excreção tão acentuada de sódio quanto à furosemida.

Palavras-chave : extratos vegetais; Zea mays; ratos; pressão arterial; fluxo urinário.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons