SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número4Atividade inseticida das plantas e aplicações: revisão índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Plantas Medicinais

versão impressa ISSN 1516-0572

Resumo

VASCONCELOS, J.M. et al. Superação da dormência de sementes de quina (Strychnos pseudoquina A. St.-Hil.). Rev. bras. plantas med. [online]. 2011, vol.13, n.4, pp.507-511. ISSN 1516-0572.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-05722011000400017.

A quina (Strychnos pseudoquina A. St.-Hil) é espécie medicinal do Cerrado Brasileiro. As sementes apresentam dormência e, por isso, foram submetidas aos tratamentos pré-resfriamento a 5ºC durante 7 dias, pré-aquecimento a 40ºC durante 7 dias, pré-embebição em ácido sulfúrico P.A. durante 5 e 15 minutos, pré-embebição em água fervente durante 5 e 15 minutos, pré-embebição em ácido giberélico a 100 e 200 ppm, durante 48 horas, pré-embebição em água destilada durante 24 e 48 horas e escarificação mecânica, visando à superação da dormência. Foram realizadas contagens diárias entre o 2º dia após a implantação do experimento até a estabilização da germinação, que ocorreu no 65º dia. Foram avaliados o índice de velocidade de germinação (IVG) e a porcentagem de germinação. Taxas de germinação acima de 96% foram atingidas em sementes pré-embebidas em água durante 48 horas e substrato umedecido com água ou KNO3.

Palavras-chave : quina; planta medicinal; germinação; Loganiaceae; dormência de sementes.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons