SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 special issueCytokinins on in vitro multiplication of peppermint (Mentha x Piperita L.)Effect of nitrogen and phosphorus supply on initial development of guavira [Campomanesia adamantium (Cambess.) O. Berg] cultivated in pots author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Plantas Medicinais

Print version ISSN 1516-0572

Abstract

ALVARENGA, I.C.A. et al. Prolina livre em alecrim-pimenta sob estresse hídrico antes da colheita. Rev. bras. plantas med. [online]. 2011, vol.13, n.spe, pp. 539-541. ISSN 1516-0572.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-05722011000500006.

O estresse hídrico é considerado um dos fatores limitantes para o desenvolvimento das plantas, com isso, os vegetais desenvolvem mecanismos para tolerar a deficiência hídrica do solo. Entre esses mecanismos, está o acúmulo de prolina livre nos tecidos, tendo como função a regulação osmótica dos tecidos. A influência do estresse hídrico em plantas medicinais ainda é pouco estudado, principalmente em plantas nativas, como é o caso do alecrim-pimenta Lippia sidoides Cham. Assim, o trabalho teve por objetivo avaliar a prolina livre e o teor de flavonoides totais na referida espécie sob condições de estresse hídrico antes da colheita. O trabalho foi realizado no Instituto de Ciências Agrárias da UFMG, Campus Montes Claros, delineamento em blocos casualizados, com 5 tratamentos e 4 repetições, sendo eles 8, 6, 4, 2 e 0 dias de supressão da irrigação antes da colheita. Os teores encontrados de prolina variaram entre 0,2489 a 3,2421 ìM.g-1 de matéria seca e de flavonoides entre 0,0139 a 0,008 g.g-1. Os resultados observados indicam que a planta diminui seu teor de flavonoides e aumenta o teor de prolina com o aumento do período de estresse.

Keywords : Lippia sidoides Cham.; prolina; flavonoides totais; estresse hídrico.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese