SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número especialConsórcio de manjericão (Ocimum basilicum L.) e alface sob dois arranjos de plantasCrescimento, produção de fitomassa e teor de óleo essencial de folhas de capim citronela (Cymbopogon nardus (L.) Rendle) em cultivo consorciado com algodoeiro colorido no semiárido mineiro índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Plantas Medicinais

versão impressa ISSN 1516-0572

Resumo

GAMA, J.S.N. et al. Qualidade fisiológica e sanitária de sementes de erva-doce (Foeniculum vulgare Mill.) armazenadas. Rev. bras. plantas med. [online]. 2012, vol.14, n.spe, pp.175-182. ISSN 1516-0572.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-05722012000500009.

A incidência de fungos em sementes interfere negativamente o seu potencial fisiológico, podendo ter início no campo, durante o armazenamento ou na pós-colheita. Desta forma o objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade fisiológica e sanitária de sementes de erva-doce armazenadas em diferentes embalagens. O trabalho foi realizado no Laboratório de análise de sementes da UFPB, em Areia-PB. As sementes foram colhidas em plantas tratadas e não tratadas com inseticida Actara, beneficiadas e acondicionadas nas embalagens papel alumínio, saco plástico e vidro. Em seguida, armazenadas em câmara fria durante 315 dias. Inicialmente e a cada 45 dias foram realizados as seguintes determinações e testes: teor de água, emergência de plântulas, primeira contagem de emergência, índice de velocidade de emergência, comprimento e massa seca das plântulas e sanidade das sementes pelo método "blotter-test". Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições, os tratamentos foram distribuídos em fatorial 2 x 3 x 8 (com e sem inseticida, 3 embalagens e 8 períodos de avaliação). Os resultados indicam que a qualidade fisiológica das sementes de erva-doce foi principalmente afetada pelo fungo Alternaria sp., ocorrendo a manutenção da viabilidade das sementes por aproximadamente 95 dias na embalagem de saco plástico; a  aplicação do inseticida Actara mantém a qualidade fisiológica das sementes de Foeniculum vulgare no armazenamento.

Palavras-chave : deterioração; embalagem; Alternaria sp.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons