SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue1Evaluation of the cicatrizing, topical anti-inflammatory and antioxidant activities of the ethanol extract of Sideroxylon obtusifoliumSurvey of plant extracts with anti-Candida activity in the 2005-2013 period author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Plantas Medicinais

Print version ISSN 1516-0572

Abstract

CRUZ-SILVA, C.T.A.; MARCON, A.L.S.  and  NOBREGA, L.H.P.. Propagação vegetativa de insulina (Cissus verticillata (L.) Nicholson & C.E. Jarvis) via estaquia. Rev. bras. plantas med. [online]. 2015, vol.17, n.1, pp.171-174. ISSN 1516-0572.  http://dx.doi.org/10.1590/1983-084X/12_038.

As técnicas de propagação podem subsidiar o manejo fornecendo alternativa para produtores de plantas medicinais e evitando-se a coleta indiscriminada. Objetivou-se avaliar o tamanho de estacas com e sem folhas na produção de mudas de insulina (Cissus verticillata (L.) Nicholson & C.E. Jarvis). As estacas foram confeccionadas a partir de ramos apicais herbáceos de insulina, com corte em bisel na base e corte reto no ápice; com comprimento de 5, 10 ou 15 cm; mantidas com duas folhas inteiras, duas folhas cortadas ao meio, ou ausência de folhas; sendo desinfestadas com solução de hipoclorito de sódio a 0,5%, por 15 minutos. As estacas foram plantadas em recipientes plásticos com capacidade de 180 mL, utilizando vermiculita fina como substrato e acondicionadas em casa de vegetação sob temperatura de 22 ± 2ºC. O delineamento experimental foi inteiramente ao acaso e as médias foram comparadas pelo teste Tukey ao nível de 5% de probabilidade. Após 60 dias constatou-se que as estacas de 5 cm com folhas inteiras, e aquelas com metade das folhas, e também as estacas de 10 cm com folhas inteiras apresentaram taxas acima de 70% de enraizamento, com as melhores médias para número e comprimento de raízes formadas. Houve elevada taxa de mortalidade para estacas confeccionadas sem folhas. A formação de calo e o percentual de estacas vivas não foram significativos para os tratamentos. Portanto, estacas de 5 cm de comprimento com folhas inteiras ou meia folha, e estacas de 10 cm com folhas inteiras, são as mais adequadas para a propagação vegetativa de insulina.

Keywords : Vitaceae; enraizamento; tamanho estaca; presença folhas.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )