SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número4  suppl.2Atividade anti-bacteriana do extrato alcaloide e de compostos isolados de Croton bonplandianum Baill. (Euphorbiaceae)Determinação dos parâmetros anatômicos, físico-químico e fitoquímicos das folhas de Solanum lycocarpum A. St.- Hill índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Plantas Medicinais

versão impressa ISSN 1516-0572versão On-line ISSN 1983-084X

Resumo

BORCARD, G.G. et al. Estudo etnofarmacológico em entorno de floresta urbana como subsídio para a implantação da Fitoterapia no Sistema Único de Saúde. Rev. bras. plantas med. [online]. 2015, vol.17, n.4, suppl.2, pp.928-936. ISSN 1516-0572.  http://dx.doi.org/10.1590/1983-084X/14_117.

O estudo etnofarmacológico pode ser definido como exploração científica interdisciplinar dos agentes biologicamente ativos, tradicionalmente utilizados por populações humanas e que fazem parte de um acervo de conhecimento compartilhado. Desta forma o presente estudo teve como objetivo o estudo etnofarmacológico de plantas medicinais, no entorno de floresta urbana na Reserva Biológica Poço D’Anta em Juiz de Fora/MG visando a implantação da fitoterapia no Sistema Único de Saúde. Para este, realizou-se levantamento com três diferentes amostras: profissionais de saúde, domicílios em geral e especialistas locais. Quanto aos profissionais de saúde, pôde-se constatar que nenhum entrevistado soube conceituar o termo “Fitoterápico” e que não conheciam as políticas vigentes. Constatou-se que há aceitabilidade da implantação de Fitoterapia na saúde pública, porém, o conhecimento do tema é limitado. A partir das entrevistas nos domicílios em geral e com os especialistas locais, selecionou-se um total de 20 espécies botânicas para análise estatística e confirmação farmacológica. Esses resultados possibilitaram confrontar o conhecimento cultural com científico, com base em 14 espécies que poderiam ser cultivadas em horto na Reserva Biologica Poço D´Anta, com base em suas relevâncias locais. Os resultados obtidos podem subsidiar a aproximação do saber popular em relação ao científico, servindo de base para manutenção e fomento da implantação da Fitoterapia no sistema único de saúde.

Palavras-chave : etnofarmacologia; plantas medicinais; terapias complementares.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )