SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número4  suppl.3Extratos vegetais no controle da antracnose e na conservação da qualidade em frutos de mamoeiroÓleo essencial de Cinnamodendron dinisii Schwanke para controle de Sitophilus zeamais Motschulsky (Coleoptera: Curculionidae) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Plantas Medicinais

versão impressa ISSN 1516-0572versão On-line ISSN 1983-084X

Resumo

MATTE, A.K.; A.K., A.R.  e  MATA, P.T.G.. Triagem fitoquímica e avaliação da atividade antibacteriana de extratos das flores de Sambucus nigra L. (Caprifoliaceae). Rev. bras. plantas med. [online]. 2015, vol.17, n.4, suppl.3, pp.1049-1054. ISSN 1516-0572.  http://dx.doi.org/10.1590/1983-084x/14_154.

O presente trabalho teve como objetivo realizar a triagem fitoquímica e avaliar a atividade antibacteriana de extratos das flores de Sambucus nigra L. Os extratos; aquoso (10 %), etanólico (5 %) e Acetato de etila (5 %) foram submetidos a testes colorimétricos para triagem fitoquímica e a avaliação da atividade antibacteriana foi realizada pelo método de disco-difusão em ágar. Os resultados mostraram que nas concentrações de 6 e 12 mg o extrato aquoso apresentou halos significativos de inibição para Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa e Streptococcus pyogenes, porém, quando comparado aos medicamentos usados como referência a atividade não foi satisfatória, e, ainda, evidenciou a ausência de inibição para todas as cepas testadas com o aumento da concentração para 18 e 24 mg. A análise da triagem fitoquímica evidenciou a presença de flavonoides com intensa reação de cor no extrato aquoso e etanólico, e de fraca intensidade no extrato acetato de etila. Nos mesmos extratos, pelos testes realizados, não foram detectados taninos, saponinas, antraquinonas e alcaloides. Concluiu-se que o extrato aquoso apresentou melhor efeito inibitório para Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa e Streptococcus pyogenes, porém insuficiente para promover a inativação eficiente quando comparado aos controles.

Palavras-chave : Sambucus nigra L.; atividade antimicrobiana; Caprifoliaceae; plantas medicinais.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )