SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número4  suppl.3Triagem fitoquímica e avaliação da atividade antibacteriana de extratos das flores de Sambucus nigra L. (Caprifoliaceae)Plantas medicinais conhecidas por especialistas locais de uma comunidade rural maranhense índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Plantas Medicinais

versão impressa ISSN 1516-0572versão On-line ISSN 1983-084X

Resumo

VEDOVATTO, F. et al. Óleo essencial de Cinnamodendron dinisii Schwanke para controle de Sitophilus zeamais Motschulsky (Coleoptera: Curculionidae). Rev. bras. plantas med. [online]. 2015, vol.17, n.4, suppl.3, pp.1055-1060. ISSN 1516-0572.  http://dx.doi.org/10.1590/1983-084x/14_143.

O uso de compostos naturais é uma alternativa menos agressiva para o controle de insetos em grãos armazenados em relação aos agentes químicos sintéticos. Plantas com propriedades inseticidas podem ser usadas como fonte destes compostos para a aplicação direta no controle de pragas. No presente trabalho, o óleo essencial de Cinnamodendron dinisii foi caracterizado quimicamente e testado em relação ao seu efeito repelente inseticida no controle de Sitophilus zeamais em grãos armazenados. O óleo essencial foi obtido por hidrodestilação e analisado por cromatografia gasosa-espectrometria de massa (GC-MS). O potencial inseticida foi avaliado pela manutenção dos insetos durante 24 horas em contato com várias doses de óleo, na ausência de substrato alimentar. Os bioensaios de repelência foram realizados com as doses letais (DL5, DL25, DL50 e DL95) obtidas do bioensaio inseticida. Para comparar os tratamentos foi utilizado o índice de preferência (PI). O óleo essencial de C. dinisii apresentou atividade inseticida sobre S. zeamais, causando mortalidade linear e crescente com DL de 0,04, 0,17, 0,34 e 0,63 µL/cm2, respectivamente. A repelência variou entre 55,4% até 85,2%, utilizando os valores de DL acima mencionados. A DL5mostrou-se neutra em relação à repelência (índice PI -0,09), mas a partir de DL25 o índice PI foi entre -0,1 e -1,0, indicando atividade de repelência.

Palavras-chave : óleo essencial; inseticida; repelência; Sitophilus zeamais.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )