SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.5 número1O conceito de pulsão de morte na obra de FreudJacques Lacan: apropriação e subversão da lingüística índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ágora: Estudos em Teoria Psicanalítica

versão impressa ISSN 1516-1498versão On-line ISSN 1809-4414

Resumo

FULGENCIO, Leopoldo. A teoria da libido em Freud como uma hipótese especulativa. Ágora (Rio J.) [online]. 2002, vol.5, n.1, pp.101-111. ISSN 1809-4414.  https://doi.org/10.1590/S1516-14982002000100008.

Comenta-se a distinção freudiana entre a sexualidade, como um fato observável, e a libido, como uma hipótese especulativa, mostrando que, para Freud, a suposição de uma energia específica para a pulsão sexual corresponde a um conceito que tem validade apenas instrumental - ou seja, heurística - não sendo uma referência empírica objetiva. Salienta-se que Freud não considera os conceitos desse tipo - especulativos - o fundamento da sua ciência, mas sim o cume substituível do edifício teórico da psicanálise. Esse tipo de interpretação da obra de Freud, que o integra na história da filosofia e da ciência alemãs, permite não só compreender a psicanálise como uma ciência numa perspectiva heurística, como também possibilita uma análise dos desenvolvimentos da psicanálise levando em conta a diferença entre dados empíricos e teóricos (especulativos), e explicando, assim, em que sentido a teoria psicanalítica é considerada por Freud como provisória e sempre aberta a revisões.

Palavras-chave : Sexualidade; libido; especulação; heurística; psicanálise.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons