SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 número1Neonatal hearing screening: clinical applicability in the routine of the neonatologists pediatrician doctorsCup-feeding in kangaroo mother care índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Revista CEFAC

versión impresa ISSN 1516-1846versión On-line ISSN 1982-0216

Resumen

AMORIM, Aline Mizozoe de; CARVALHO, Carolina Alves Ferreira de; AZEVEDO, Marisa Frasson de  y  LONGHITANO, Silvia Bragagnolo. Perda auditiva hereditária: relato de casos. Rev. CEFAC [online]. 2008, vol.10, n.1, pp.117-125. ISSN 1516-1846.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-18462008000100016.

OBJETIVO: descrever os resultados da avaliação auditiva de uma família com perda auditiva de caráter hereditário autossômico dominante. MÉTODOS: foram avaliados 17 indivíduos, por meio da audiometria tonal, audiometria vocal, timpanometria e pesquisa dos reflexos acústicos, além de acompanhamento genético. RESULTADOS: Dos 17 sujeitos avaliados, 11 apresentaram algum grau de perda auditiva neurossensorial (64,7%), sendo oito do sexo feminino (73%) e três do sexo masculino (27%). A idade dos sujeitos avaliados variou de cinco a 68 anos (média=29,6) e a idade do aparecimento da queixa variou de 20 a 38 anos (média=26,1). Ocorreu a progressão da perda auditiva com o aumento da idade, sendo que a partir dos 41 anos, não houve indivíduos com audição normal na família. CONCLUSÃO: a investigação audiológica de todos os membros da família, independentemente da queixa, é imprescindível, pois a perda auditiva pode existir, mesmo que esta ocorra em freqüências isoladas.

Palabras clave : Estudos de Casos; Perda Auditiva; Genética; Hereditariedade.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons