SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 número1Neonatal hearing screening: clinical applicability in the routine of the neonatologists pediatrician doctorsCup-feeding in kangaroo mother care índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista CEFAC

versión On-line ISSN 1982-0216

Resumen

AMORIM, Aline Mizozoe de; CARVALHO, Carolina Alves Ferreira de; AZEVEDO, Marisa Frasson de  y  LONGHITANO, Silvia Bragagnolo. Perda auditiva hereditária: relato de casos. Rev. CEFAC [online]. 2008, vol.10, n.1, pp. 117-125. ISSN 1982-0216.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-18462008000100016.

OBJETIVO: descrever os resultados da avaliação auditiva de uma família com perda auditiva de caráter hereditário autossômico dominante. MÉTODOS: foram avaliados 17 indivíduos, por meio da audiometria tonal, audiometria vocal, timpanometria e pesquisa dos reflexos acústicos, além de acompanhamento genético. RESULTADOS: Dos 17 sujeitos avaliados, 11 apresentaram algum grau de perda auditiva neurossensorial (64,7%), sendo oito do sexo feminino (73%) e três do sexo masculino (27%). A idade dos sujeitos avaliados variou de cinco a 68 anos (média=29,6) e a idade do aparecimento da queixa variou de 20 a 38 anos (média=26,1). Ocorreu a progressão da perda auditiva com o aumento da idade, sendo que a partir dos 41 anos, não houve indivíduos com audição normal na família. CONCLUSÃO: a investigação audiológica de todos os membros da família, independentemente da queixa, é imprescindível, pois a perda auditiva pode existir, mesmo que esta ocorra em freqüências isoladas.

Palabras llave : Estudos de Casos; Perda Auditiva; Genética; Hereditariedade.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · pdf en Portugués