SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 issue3Phonological therapy: the generalization inside a sound class and for other sound classesProfile of readers-professors of the initial series and the reading practice in classroom author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista CEFAC

Print version ISSN 1516-1846On-line version ISSN 1982-0216

Abstract

ZORZI, Jaime Luiz  and  CIASCA, Sylvia Maria. Caracterização dos erros ortográficos em crianças com transtornos de aprendizagem. Rev. CEFAC [online]. 2008, vol.10, n.3, pp.321-331. ISSN 1982-0216.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-18462008000300007.

OBJETIVOS: analisar habilidades ortográficas de crianças diagnosticadas com problemas de aprendizado. Foram quantificados e classificados erros produzidos pelos sujeitos, visando descrever aqueles de maior freqüência, verificando se há diferença entre a ocorrência dos mesmos. Pretendeu-se caracterizar um perfil ortográfico indicativo das dificuldades gerais mais comumente encontradas nesta população. MÉTODOS: foi examinada a escrita de 69 sujeitos avaliados pelo Laboratório de Distúrbios de Aprendizagem do Departamento de Neurologia da UNICAMP e diagnosticados como apresentando algum tipo de problema de aprendizagem. As idades variaram entre oito anos e dois meses e treze anos e quatro meses, com uma média de dez anos e seis meses. Foram incluídos somente sujeitos em nível alfabético de escrita, sem qualquer tipo de rebaixamento intelectual. Os erros encontrados foram classificados em onze categorias e quantificados para fins de análise estatística. RESULTADOS: dez grupos foram diagnosticados, sendo o Transtorno do Déficit de Atenção o mais numeroso, seguido por Dificuldades Escolares e Transtornos Associados. A maior parte dos sujeitos cursava a terceira série do ensino fundamental. O tipo de erro mais recorrente foi "Representações Múltiplas", seguido de "Omissões" e "Apoio na Oralidade". Observou-se correlação significativa principalmente entre "Omissões" e "Outras Alterações". CONCLUSÃO: a maior dificuldade encontrada está centrada nas "Representações Múltiplas", revelando dificuldades principalmente no nível ortográfico. Os erros por omissão de letras decorrem de falhas no processo de análise fonológica e de correspondência fonema-grafema. A baixa ocorrência de erros por "Inversão" e por "Letras Parecidas", indica ausência de dificuldades de natureza visual-espacial.

Keywords : Transtornos de Aprendizagem; Dislexia; Transtornos da Falta de Atenção com Hiperatividade.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License