SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue2Performance of students with developmental dyslexia in phonological and syllabic tasksIntroduction and developing alternative communication in Syndrome of Angelman: case study author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista CEFAC

On-line version ISSN 1982-0216

Abstract

RODRIGUES, Sônia das Dores; CASTRO, Maria José Martins Gomes de  and  CIASCA, Sylvia Maria. Relação entre indícios de disgrafia funcional e desempenho acadêmico. Rev. CEFAC [online]. 2009, vol.11, n.2, pp. 221-227.  Epub Dec 05, 2008. ISSN 1982-0216.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-18462008005000005.

OBJETIVO: avaliar a relação entre sinais indicativos de disgrafia e desempenho acadêmico. MÉTODOS: foram incluídas no estudo 25 crianças, matriculadas na 3ª. série do ensino fundamental de uma escola pública da Região Metropolitana de Campinas/SP, sem histórico de lesão cerebral e/ou déficit intelectual. Quanto à idade, 21 tinham nove anos e quatro tinham dez anos; 12 eram do sexo masculino. A avaliação foi realizada por meio da Escala de Disgrafia (Lorenzini, 1993) e do Teste de Desempenho Escolar (TDE) (Stein, 2003). RESULTADOS: seis crianças apresentaram sinais indicativos de disgrafia. A maioria dos alunos teve desempenho acadêmico classificado como inferior em escrita (15/25) e em aritmética (10/25). As crianças com indícios de disgrafia (6/25) tiveram pior desempenho em escrita e aritmética no TDE, quando comparado às demais crianças, porém essa diferença não foi estatisticamente significativa. CONCLUSÃO: conclui-se que, neste grupo, não foi possível estabelecer a relação entre baixo desempenho acadêmico com escrita disgráfica, uma vez que tal dificuldade também foi identificada também entre as crianças consideradas não disgráficas.

Keywords : Transtornos de Aprendizagem; Disgrafia; Cognição.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese