SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue4Autism: a study on communicative abilities in childrenSwallowing of oral and nose breathers: speech-language and electromyography assessment author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista CEFAC

Print version ISSN 1516-1846

Abstract

COSTA, Tatiana Leonel da Silva; CAMPOS JUNIOR, Dioclécio; SILVA, Hilton Justino da  and  CUNHA, Daniele Andrade da. Sintomas e sinais de respiração predominantemente oral em adolescentes com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e queixa de prejuízo escolar. Rev. CEFAC [online]. 2009, vol.11, n.4, pp. 607-617. ISSN 1516-1846.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-18462009000800009.

OBJETIVOS: caracterizar sintomas e sinais da Respiração Predominantemente Oral em adolescentes com Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade e queixa de prejuízo escolar e relacionar as características com os Tipos do Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade, gênero e faixa etária. MÉTODOS: realizada no ADOLESCENTRO, instituição pública do Distrito Federal, com 115 adolescentes de ambos os gêneros, faixa etária 10-18 anos, apresentando queixa de prejuízo escolar e Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade. Histórico dos sintomas diurnos e noturnos dos dois aos doze anos foi analisado e sinais da Respiração Predominantemente Oral. RESULTADOS: alta ocorrência (86,95%) de sintomas e sinais da Respiração Predominantemente Oral. Registrou-se associação entre amigdalite e tipos do Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade com maior frequência no Tipo II hiperativo (60%), sialorreia no travesseiro com gênero predominando o masculino (65,5%) e respiração oral diurna (64,7%), respiração oral noturna (82,4%) e sialorreia no travesseiro (64,7%) todas estas com a faixa etária de 10 a 12 anos. Houve associação entre lábios (54,3%) e língua (54,3%) não funcionais e faixa etária de 10 a 12 anos. Encontrou-se diferença estatisticamente significante para expulsões (20%), suspensões (70%), advertências (100%) e tipos de Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade com maior freqüência no Tipo II hiperativo. CONCLUSÃO: avaliação da respiração em pacientes com Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade e queixa de prejuízo escolar é fundamental, pois dificuldades escolares podem estar associadas à história pregressa de respiração oral e Distúrbios Respiratórios do Sono comuns nestes quadros.

Keywords : Transtorno da Falta de Atenção com Hiperatividade; Respiração Bucal; Sono; Transtornos Respiratórios; Baixo Rendimento Escolar; Adolescente.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese