SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue4Efficacy of two techniques of speech-language pathologists of facial esthetic in the orbicular oculi muscle: a pilot studyDysphonic voice and temporomandibular dysfunction: is there any relation? author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista CEFAC

Print version ISSN 1516-1846

Abstract

ROSA, Márcia Cristina de Paula et al. Comparação dos resultados da fonoterapia e fonoterapia associada à acupuntura na paralisia facial periférica. Rev. CEFAC [online]. 2010, vol.12, n.4, pp.579-588.  Epub Aug 13, 2010. ISSN 1516-1846.  https://doi.org/10.1590/S1516-18462010005000080.

OBJETIVO: comparar a eficácia da fonoterapia e da Acupuntura associada à fonoterapia em pacientes com paralisia facial periférica de Bell. MÉTODOS: foram encaminhados para tratamento fonoaudiológico 15 pacientes, dos quais oito foram selecionados randomicamente para fonoterapia associada à Acupuntura, constituindo o grupo experimental. Os dois grupos passaram por avaliação, seguida pelas sessões de tratamento e logo após foram reavaliados, por um examinador externo. Os dados foram analisados por testes de hipóteses com nível de significância de 5%. RESULTADOS: a mediana do número de sessões foi de 12,0 para o grupo controle e 5,5 para o grupo experimental (p=0,007), sendo que todos os integrantes deste último receberam alta terapêutica. Das 10 variáveis correlacionadas à mobilidade, quatro (40,0%) apresentaram melhora significante no grupo controle e sete (70,0%) no grupo experimental. Em relação à tonicidade, das 11 variáveis analisadas verificou-se melhora em sete (63,6%) no grupo submetido apenas à fonoterapia e em 11 (100,0%) no grupo submetido à fonoterapia associada à Acupuntura. Quanto às 15 medidas faciais investigadas houve melhora nos dois grupos, sendo esta mais evidente no grupo experimental. Apenas uma variável (6,7%) apresentou valor significante no que se refere àdiferença entre os dois grupos na reavaliação. Em contrapartida, na comparação entre a avaliação e a reavaliação verificou-se valores significantes em sete variáveis (46,7%), sendo que em cinco (33,3%) a melhora foi mais evidente no grupo experimental. CONCLUSÃO: a associação da terapia fonoaudiológica com a Acupuntura foi mais eficaz no tratamento da paralisia facial periférica de Bell, na amostra estudada.

Keywords : Paralisia de Bell; Fonoterapia; Terapia Miofuncional; Acupuntura.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License