SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue5New perspectives in augmentative and alternative communication in international journal analysisVocal acoustic measures in Parkinson disease: case study author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista CEFAC

Print version ISSN 1516-1846

Abstract

BIANCHINI, Esther Mandelbaum Gonçalves; MORAES, Rogério Bonfante; NAZARIO, Daniella  and  LUZ, João Gualberto de Cerqueira. Terapêutica interdisciplinar para fratura cominutiva de côndilo por projétil de arma de fogo: enfoque miofuncional. Rev. CEFAC [online]. 2010, vol.12, n.5, pp. 881-888. ISSN 1516-1846.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-18462010000500020.

TEMA: ferimentos causados por projéteis de arma de fogo apresentam alta incidência na região da cabeça e face. A articulação temporomandibular pode estar envolvida, além de estruturas anatômicas importantes como o nervo facial, necessitando de equipe multidisciplinar para efetuar tratamento adequado. PROCEDIMENTOS: apresentação de caso clínico de fratura condilar cominutiva causada por projétil de arma de fogo tratado de forma não-cirúrgica associado à terapia miofuncional orofacial. Paciente encaminhado para avaliação e procedimentos fonoaudiológicos após conduta da equipe de cirurgia bucomaxilofacial, sem remoção do projétil, alojado superficialmente, próximo da origem do músculo esternocleidomastóideo à direita, com fratura condilar cominutiva e lesão do nervo facial. Foram aspectos observados em avaliação: mordida aberta anterior, importante redução da amplitude dos movimentos mandibulares com desvios para o lado acometido, ausência de lateralidade contralateral, dor muscular, paralisia e parestesia em terço médio e superior da hemiface direita. Realizadas sessões de terapia miofuncional seguindo protocolo específico para traumas de face constando de: drenagem de edema; manipulações na musculatura levantadora da mandíbula ipsilateral; ampliação e correção dos movimentos mandibulares; procedimentos específicos referentes à paralisia facial e reorganização funcional direcionada. RESULTADOS: após oito semanas de terapia os resultados obtidos mostram restabelecimento de amplitude e da simetria dos movimentos mandibulares, reorganização da mastigação, adequação da deglutição e fala, remissão da sintomatologia dolorosa e remissão da paralisia do terço médio. CONCLUSÃO: o tratamento conservador da fratura por meio da terapia miofuncional orofacial resultou na reabilitação funcional da mandíbula e face dirigindo os movimentos e estimulando a adequação das funções estomatognáticas.

Keywords : Articulação Temporomandibular; Fraturas Cominutivas; Ferimentos por Arma de Fogo; Reabilitação; Terapia Miofuncional.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese