SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue6Child language assessment tools: applicability to handicappedSpeech therapy effectiveness in a case of expressive aphasia resulting from stroke author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista CEFAC

On-line version ISSN 1982-0216

Abstract

COSTA, Patricia Pereira; MEZZOMO, Carolina Lisbôa  and  SOARES, Márcia Keske. Verificação da eficiência da abordagem terapêutica miofuncional em casos de desvio fonológico, fonético e fonético-fonológico. Rev. CEFAC [online]. 2013, vol.15, n.6, pp. 1703-1711.  Epub Dec 05, 2011. ISSN 1982-0216.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-18462011005000130.

TEMA: o tema desta pesquisa é o uso da terapia miofuncional em casos de desvios fonético e/ou fonológicos. PROCEDIMENTOS: foram incluídos sujeitos, de ambos os sexos, com idades entre seis e 13 anos, que apresentassem desvio fonético-fonológico, e alterações do sistema estomatognático, com idade mínima de quatro anos. Considerou-se como critério de exclusão a presença de malformações, síndromes genéticas, suspeita de alterações neurológicas, déficit cognitivo ou psicológico, perda auditiva, diagnóstico de atraso de linguagem, terapia fonoaudiológica anterior, e alterações oclusais. Realizou-se anamnese, avaliação do sistema estomatognático, exame articulatório, triagem auditiva e avaliação otorrinolaringológica. Com os sujeitos selecionados, foram realizados dois atendimentos semanais, de terapia miofuncional. Realizaram-se sondagens a cada oito sessões de atendimento. Foram comparados o número de fones/fonemas da fala e estruturas/aspectos do sistema estomatognático alterados antes e depois da terapia miofuncional, comparação entre os sujeitos em relação ao tempo de terapia de acordo com a alteração de fala apresentada, comparação entre os grupos quanto ao número de fones/fonemas e aspectos os sistema estomatognático alterados antes e depois da terapia miofuncional. RESULTADOS: os sujeitos com desvio fonológico apresentavam entre um e quatro fonemas alterados, os sujeitos com desvio fonético apresentavam um fone alterados; já os sujeitos com desvio fonético-fonológico apresentavam cinco e seis fones/fonemas alterados, respectivamente. Os casos de desvio fonológico e fonético tiveram a fala adequada. Um dos sujeitos com desvio fonético-fonológico teve a fala adequada, e o outro permaneceu com um fone alterado. CONCLUSÃO: a terapia miofuncional demonstrou-se eficiente em casos de desvios fonético e/ou fonológicos.

Keywords : Fala; Sistema Estomatognático; Terapia Miofuncional; Transtornos da Articulação.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese