SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue3Environmental noise influence on student performance in the Frequency Pattern Tests and Duration Pattern TestsOccurrence of noise induced hearing loss in carpenters author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista CEFAC

On-line version ISSN 1982-0216

Abstract

CAMBOIM, Elizângela Dias et al. Análise comparativa das emissões otoacústicas com a timpanometria em lactentes de 0 a 6 meses. Rev. CEFAC [online]. 2012, vol.14, n.3, pp. 403-412.  Epub Aug 19, 2011. ISSN 1982-0216.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-18462011005000090.

OBJETIVO: comparar os achados das emissões otoacústicas evocadas por estímulos transientes (EOAT) com a timpanometria usando tom sonda de 226 e 1000Hz em lactentes. MÉTODO: o estudo foi realizado no Serviço de Otorrinolaringologia do Hospital Santa Juliana de Maceió - Alagoas. Selecionaram-se lactentes de ambos os gêneros, com faixa etária de recém nascido a seis meses. Foram excluídos aqueles com fissura lábio palatinos, malformação de orelha externa e/ou média, síndromes e história familiar de perda auditiva. Foram realizados os seguintes procedimentos: anamnese para identificar as queixas auditivas e selecionar a amostra de acordo com os critérios de inclusão e exclusão; avaliação otorrinolaringológica por meio de otoscopia e avaliação auditiva que se constituiu de emissões otoacústicas evocadas por estímulo transiente (EOAET) e timpanometria com tom teste da sonda de 226 e 1000Hz. Para analisar as variáveis qualitativas, foi utilizado o teste de Igualdade de Duas Proporções, além do teste Qui-Quadrado para Independência e o intervalo de confiança para a Média, utilizados para a análise das variáveis quantitativas dos resultados. RESULTADOS: comparando-se os resultados das EOAT com os resultados da timpanometria obtida com os tons testes de 226 Hz e 1000Hz , observou-se uma associação da EOAT com a sonda de 1000Hz em ambas as orelhas, ou seja, houve ausência das EOAT nos lactentes que apresentaram timpanogramas alterados e presença quando os timpanogramas estavam normais. CONCLUSÃO: a timpanometria com sonda de 1000 Hz teve maior correlação com as EOAT tanto para identificação de respostas em orelhas normais como para as alterações de orelha média.

Keywords : Emissões Otoacústicas Espontâneas; Testes de Impedância Acústica; Otoscopia.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese