SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número4Relação de escolaridade, faixa etária e profissão de mães com a oferta de chupeta e mamadeira a seus filhosEstudo da qualidade de vida em indivíduos com paralisia facial periférica crônica adquirida índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista CEFAC

versão On-line ISSN 1982-0216

Resumo

BERWIG, Luana Cristina et al. Análise quantitativa do palato duro em diferentes tipologias faciais de respiradores nasais e orais. Rev. CEFAC [online]. 2012, vol.14, n.4, pp. 616-625.  Epub 08-Dez-2011. ISSN 1982-0216.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-18462011005000134.

OBJETIVO: comparar as dimensões do palato duro em diferentes tipologias faciais de crianças respiradoras nasais e orais. MÉTODO: a amostra foi constituída por 54 crianças, na faixa etária entre sete e 11 anos, distribuídas em grupos conforme o tipo facial e o modo respiratório. O tipo facial foi obtido por meio da análise cefalométrica de Ricketts, e o modo respiratório foi determinado a partir da avaliação fonoaudiológica e do diagnóstico otorrinolaringológico. Para realização de medidas transversais, verticais e do comprimento anteroposterior do palato duro, foram obtidos modelos em gesso do arco dental maxilar. Para comparação das dimensões do palato duro entre os grupos, foram utilizados testes paramétricos e não paramétricos, ao nível de significância de 5%. RESULTADOS: não foi verificada diferença estatisticamente significante nas medidas do palato duro entre as crianças braquifaciais, mesofaciais e dolicofaciais. Verificou-se diferença estatisticamente significante na distância entre os segundos pré-molares nos diferentes tipos faciais das crianças respiradoras nasais e orais, sendo que esta diferença não foi detectada nas comparações múltiplas. CONCLUSÃO: as dimensões do palato duro não diferiram quando analisadas em diferentes tipos faciais independente do modo respiratório. Porém, evidenciou-se diferença na distância entre os segundos pré-molares quando o tipo facial foi analisado nos respiradores nasais e orais.

Palavras-chave : Palato Duro; Medidas; Circunferência Craniana; Face; Respiração Bucal; Estudo Comparativo.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português