SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue1Distortion product otoacoustic emission analysis in premature neonatesThe use of repair strategies in the complex onset constituent: normal phonological development and phonological disorder author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista CEFAC

On-line version ISSN 1982-0216

Abstract

SOUSA, Micheline Miranda et al. Variabilidade da frequência cardíaca em recém-nascidos de alto risco na presença de ruído. Rev. CEFAC [online]. 2014, vol.16, n.1, pp.99-104. ISSN 1982-0216.  https://doi.org/10.1590/1982-0216201414212.

Objetivo

: verificar mudanças na frequência cardíaca dos bebês de risco em uma unidade de tratamento intensivo na presença de ruído.

Métodos

: pesquisa quali-quantitativa. Analisou-se a variação da frequência cardíaca nos bebês expostos a diversas fontes geradores de ruído. As medições ocorreram, separadamente, em três áreas denominadas boxes, observadas em três intervalos de cinco minutos cada. As frequências cardíacas dos bebês foram verificadas pela leitura de monitores acoplados a aparelhos de oximetria de pulso. A medição do ruído foi feita ao lado posterior de cada box durante dois períodos/dias, entre oito e nove horas, com distância aproximada de 30cm da fonte ruidosa, utilizando-se decibelímetro digital IP-130, ponderação “C”, frequência de 31.5Hz ~8Khz. Os boxes eram equipados com saída de oxigênio, bomba de infusão, aspirador a vácuo, ar comprimido, aspiradores manuais, lavatório de inox e presença de, pelo menos, dois funcionários.

Resultados

: registrou-se, durante a pesquisa, níveis de ruído acima do recomendado pela American Academy of Pediatrics, Associação Brasileira de Normas Técnicas e Organização Mundial de Saúde. Ocorreu variação nas frequências cardíacas durante a medição, havendo variação de frequência cardíaca em todas as exposições de nível elevado de ruído. Os bebês do Box um apresentaram onze batimentos por minuto, no Box dois quatro batimentos por minuto e no Box três treze

Conclusão

: observaram-se variações de pico das frequências cardíacas em níveis elevados de ruído, não sendo relacionado que quanto maior o ruído maior a variação de frequência cardíaca.

Keywords : Unidades de Terapia Intensiva; Frequência Cardíaca; Ruído.

        · text in Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )